NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail e receba notícias, promoções...
BT NEWSPAPERS
clique e baixe
Massachusetts | Edição: 2569 / Publicação: 20/10/2014
New York | Edição: 1742 / Publicação: 20/10/2014
BT MAGAZINE
BT Magazine | Edição: Brazilian Times Magazine 11 / Publicação: 20 de Setembro de 2014
EXCHANGE RATES
Editorial -
AUMENTAR FONTE
Fábrica química fechará as portas após manifestos
04 de maro de 2012.

Um dos organizadores do manifesto, Sidney Faust, disse que o fechamento da fábrica dá mais força ao movimento que lutou pela saúde das pessoas

A General Chemical Corp, com sede na cidade de Framingham, em Massachusetts, planeja fechar as portas no próximo mês. Esta decisão aconteceu após forte manifesto contra a indústria que poderia estar poluindo a vizinha com produtos químicos altamente perigosos. O movimento foi organizado pelos moradores próximo ao local, além de alunos de uma escola. A maioria dos manifestantes é formada por brasileiros.

Um dos organizadores do manifesto, Sidney Faust, disse que está bastante ansioso com a decisão de fechar o local. Ele ressalta que todos não acreditavam mais que isso iria acontecer, “devido às muitas audiências e reuniões com muita conversa e discussão, mas pouca ação”. Para ele, o fechamento da fábrica dá mais força ao movimento que lutou pela saúde das pessoas.

Desde setembro, o Conselho de Saúde de Framingham tem realizado audiências no sentido de revisar a licença que permite as atividades da fábrica no local. Estas reuniões aconteceram depois que foi descoberto que a água da região estava sendo contaminada por produtos armazenados no local. A Chemical pagou cerca de US$30 mil em multas pela infração.

Em uma carta enviada ao Departamento de Proteção Ambiental, datada de quinta-feira (1º de março), o presidente da fábrica, Michael Persico, disse que a empresa iria parar suas atividades em 16 de abril. No documento, ele que a decisão se tratava apenas de negócios.

O galpão onde são armazenados os resíduos tóxicos fica ao lado da escola Woodrow Wilson Elementary, a qual tem em seu quadro de alunos uma grande porcentagem de filhos brasileiros. Segundo as denúncias, estes produtos químicos são armazenados no local desde 1920. A Fábrica fica a quatro quilômetros da Rota 9, próximo ao centro da cidade.
(DA REDAÇÃO)
Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar essa matéria
Envie seu comentário preenchendo
o formulário abaixo.
>> Outras notícias
Copyright © 2008 Brazilian Times. Todos os direitos reservados.
É permitida a reprodução de matéria e foto desde que citada a fonte: Braziliantimes.com

Produzido e gerenciado por: Midtech.