NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail e receba notícias, promoções...
BT NEWSPAPERS
clique e baixe
Massachusetts | Edição: 2534 / Publicação: 23/07/2014
New York | Edição: 1729 NY / Publicação: 21/07/2014
BT MAGAZINE
BT Magazine | Edição: 09 / Publicação: 20 de Junho de 2014
EXCHANGE RATES
Editorial - Imigração
AUMENTAR FONTE
Espanhol barrado no Rio afirma ter sofrido retaliação
17 de maro de 2012.
Mandado de volta uma hora após chegar ao Brasil, o arquiteto espanhol Pablo de Soto, 34, disse suspeitar de retaliação ao caso da brasileira.Soto foi barrado na quarta no aeroporto internacional Tom Jobim (Galeão), no Rio, por não ter visto de estudante para um doutorado da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).Voltou no mesmo avião que o levou ao Rio.

"Achei indignante esse caso [da brasileira]. Me solidarizo com os brasileiros desrespeitados em Madri e nos postos de imigração da Europa e milito contra isso, mas não acho que a solução seja usar as pessoas como moeda de troca", disse ele ontem, em Madrid, após 32 horas de voo.

"O Brasil podia reproduzir outras políticas da Europa e não essa nossa de controle de imigração, que é execrável."

O arquiteto, que já havia estado duas vezes no Brasil para pesquisas e conferências, alegou não saber que, desta vez, precisava de visto.

"Ninguém me informou nem eu busquei me informar. Evidentemente que se soubesse teria feito o visto daqui."

Soto contou ter sido parado pelo controle de imigração ao apresentar seu doutorado como motivo de entrada.

O policial -que tinha seu passaporte espanhol em mãos, mas não mencionou sua nacionalidade em nenhum momento- chamou um superior que, diz Soto, chegou a ligar para a UFRJ, mas recusou o certificado de matrícula que o arquiteto apresentou.

"Desde o início ele me dizia: você vai voltar para casa hoje."

Embora barrado, Soto já tramita em Madri o visto de estudante para voltar ao Brasil e cursar o doutorado.

Em duas semanas, o Brasil começa a aplicar formalmente aos espanhóis que entrarem no Brasil as mesmas exigências de Madri a brasileiros.

Para barrá-lo, os agentes federais tomaram como base a decreto 86.715, de 1981, que trata da situação jurídica do estrangeiro no Brasil. O artigo 51 diz que o estrangeiro pode ser impedido de entrar por falta de documentação.

A coordenação do curso de doutorado da Escola de Comunicação da UFRJ, em que ele está matriculado, informou que a seleção dos alunos é feita por critérios acadêmicos.

"A UFRJ não tem função de polícia", afirma Ivana Bentes, coordenadora do curso.


(da uol)
Comentários (4)
Nome
Cidade - Estado - 16-05-12
Rio de Janeiro, RJQuero ganhar o kit da Copa.Vocea sabia que - Que um prosesfor aleme3o desenvolveu uma ff3rmula mateme1tica que, segundo ele, mostra que a Alemanha ganhare1 a Copa? vai ser discutido no tema neutralidade da mateme1tica ?
carlo
canton - ma - 21-03-12
pela primeira vez eu vejo o brasil fazendo algo bom comtra essas pelas q vao p brasil a hora q querem pq a gente sofre muita discrimanao nos outros paises.e isto ai brasil mostra raca faca algo de bom p seus filhos .
jay lo
londres-UK - UK - 17-03-12
O BRASIL nao precisava anunciar que em abril vai comecar as mesmas exigencias porque a ESPANHA deporta todos os dias pelo menos 5 brasileiros e vem desde 2005 que eu sei fazendo isto se o BRASIL nao vai ter coragem de fazer isso vai deportar um aqui outro la e chama a imprensa pra mostar mas no fundo nao passa de um pais medroso eu diria COVARDE quero so ver em abril quantos voltarao alem do mais se entra no BRASIL por varios outros aeroportos onde a fiscalizacao e relaxada tipo NAO TO SABENDO DE NADA podem entrar estou falando de BRASILIA RECIFE E PORTO ALEGRE a ESPANHA COMECOU FAZ ANOS A DEPORTAR e o BRASIL vai comecar em abril O BRASIL sempre comeca amanha o que deveria ter feito ontem
Raidner
Boston - Ma - 17-03-12
Isso e otimo ...! Pq todas as pessoas pode entrar como kiser no BR !!! E nos brasileiros onde vamos presisamos de visto
Envie seu comentário preenchendo
o formulário abaixo.
>> Outras notícias
Copyright © 2008 Brazilian Times. Todos os direitos reservados.
É permitida a reprodução de matéria e foto desde que citada a fonte: Braziliantimes.com

Produzido e gerenciado por: Midtech.