Brazilian Times

Publicado em 23 / 03 / 2012

Procurado por assassinato no Brasil é deportado dos EUA

Procurado por assassinato no Brasil é deportado dos EUA

O brasileiro Isaias Gonçalves dos Santos, 31 anos, foi preso no dia 31 de janeiro por agentes federais, através de uma denúncia anônima de que ele seria um foragido da justiça. Desde então ele ficou preso aguardando a data de sua deportação, o que aconteceu na quinta-feira (20).

Segundo as informações, ele é procurado pela Justiça do estado de Minas Gerais,  por ser suspeito de assassinar o prefeito da cidade de São Sebastião do Maranhão e mais uma pessoa. Isaias foi entregue para a Polícia Federal na manhãde quinta-feira, no Rio de Janeiro e será encaminhado para responder o provesso em sua região.

A prisão aconteceu mediante um programa que o Immigrantion and Customs Enforcement - ICE vem aplicando em todos os Estados Unidos no sentido de descobrir e retirar de circulação criminosos fugitivos de outros países.

De acordo com agentes da Interpol, Isaias planejou e executou o assassinato do prefeito Gildeci Gomes Sampaio e seu amigo. Os dois foram assassinados na cozinha da casa do político no dia 13 de outubro de 2009,

Através de uma troca de arquivos entre as autoridades norte-americanas e a polícia mineira, foi possível identificar o suspeito. Foram utilizados detalhes biográficos e fotografias. "Graças a nossa excelente parceria com o departamento de polícia de Bridgeport, tivemos sucesso em mais esta prisão", fala Dorothy Herrera-Niles, diretor do escritorio da Interpol em Boston, Massachusetts.

No dia 1º de outubro de 2009, o programa prendeu e deportou mais de 335 imigrantes que eram fugitivos de seus países de origem.