Brazilian Times

Publicado em 06 / 06 / 2012

Ferrer bate Murray, iguala melhor resultado em G. Slams e vai pegar Nadal na semi

Não é desta vez que o escocês Andy Murray vai conseguir chegar à sua primeira taça de Grand Slam. O escocês caiu nas quartas de final de Roland Garros, nesta terça-feira, ao enfrentar David Ferrer. O espanhol precisou de quatro sets para avançar, por 6-4,

Não é desta vez que o escocês Andy Murray vai conseguir chegar à sua primeira taça de Grand Slam. O escocês caiu nas quartas de final de Roland Garros, nesta terça-feira, ao enfrentar David Ferrer. O espanhol precisou de quatro sets para avançar, por 6-4, 6-7, 6-3 e 6-2, e igualou seus melhores resultados em Grand Slams. Com o resultado, o Grand Slam francês terá um duelo espanhol pela vaga na decisão, já que Ferrer encara o favorito no saibro de Paris, Rafael Nadal. O número 2 do mundo já havia vencido um compatriota nas quartas, também nesta terça, em partida contra Nicolas Almagro. A partida chegou a ser interrompida por conta da chuva, no terceiro set, mas não atrapalhou seu desenvolvimento. Ferrer foi dominante em boa parte da partida e só pecou no segundo set, quando deixou Murray empatar o jogo no tie-break, ganhando fôlego para tentar uma reação. No entanto, seu jogo de especialista no saibro se fez valer. Ferrer surpreendeu com muitas investidas à rede. Na recepção, também soube pressionar nos momentos certos, convertendo o expressivo número de nove break points - apesar de ceder games cinco vezes em seu serviço, soube retrucar as investidas de Murray. Com este resultado, o espanhol repete suas duas melhores atuações em Grand Slams. Ele foi semifinalista no Aberto da Austrália de 2011 e no Aberto dos EUA de 2007. Agora, pode ir à primeira final, caso vença Nadal. "Nadal é o melhor tenista que já vimos no saibro, então sei que será uma partida muito difícil, mas vou fazer tudo o que puder para vencê-lo", afirmou Ferrer, na saída da quadra. Sexto no ranking, Ferrer é um velho freguês de Rafael Nadal. O tenista realizou 19 confrontos com o vice-líder do ranking mundial e venceu apenas quatro vezes. A última foi no início de 2011.