NEWSLETTER
Cadastre seu e-mail e receba notícias, promoções...
BT NEWSPAPERS
clique e baixe
Massachusetts | Edição: 2536 / Publicação: 28/07/2014
New York | Edição: 1730 / Publicação: 28/07/2014
BT MAGAZINE
BT Magazine | Edição: 09 / Publicação: 20 de Junho de 2014
EXCHANGE RATES
Editorial - Economia
AUMENTAR FONTE
Perdas com estreia do Facebook na Bolsa podem passar de US$ 200 milhões
07 de junho de 2012.

As perdas dos bancos e corretoras devido à fracassada e polêmica estreia do Facebook no mercado na Bolsa Nasdaq há aproximadamente um mês pode ser maior do que US$ 200 milhões, disse Thomas Joyce, presidente-executivo da Knight Capital Group, nesta quinta-feira.

A Nasdaq afirmou na quarta-feira que iria oferecer US$ 40 milhões em dinheiro e em descontos para clientes afetados na estreia do Facebook.

"Na melhor das hipóteses, é decepcionante", disse Joyce do plano durante uma conferência em Nova York. "A Nasdaq tem que chegar a outro número".

A Knight, que foi um dos formadores de mercado na oferta pública de ações (IPO, na sigla em inglês) do Facebook, afirmou que, sozinho, o grupo perdeu mais de US$ 35 milhões devido às falhas da Nasdaq.

O lançamento foi prejudicado por problemas nos computadores da Nasdaq e demanda baixa dos investidores. O Facebook e o Morgan Stanley, banco organizador da subscrição, são alvo de um processo aberto por investidores que alegam que a companhia escondeu suas projeções de lucro enfraquecidas antes da abertura de capital.

As ações do Facebook completaram duas semanas de negociação na Bolsa dos EUA com uma queda acumulada de 27,05% em seu valor. Com isso, o fundador da rede social, Mark Zuckerberg, saiu da lista dos 40 mais ricos do mundo, elaborada pela agência Bloomberg.

Processo judicial contra o Facebook

Um grupo de acionistas apresentou, na última quarta-feira (23), um processo em Nova York contra o Facebook, o fundador, Mark Zuckerberg, e bancos investidores, liderados pelo Morgan Stanley, acusados de esconder que previam uma severa queda das receitas da rede social antes do IPO.

"Na realidade, no momento da estreia na bolsa, o Facebook estava passando por uma severa e pronunciada redução no crescimento de suas receitas por causa do aumento dos usuários de sua aplicação na web através dos dispositivos móveis no lugar de computadores tradicionais", diz o processo apresentado no Tribunal do Distrito Sul de Nova York.

uol.com.br
Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar essa matéria
Envie seu comentário preenchendo
o formulário abaixo.
>> Outras notícias
Copyright © 2008 Brazilian Times. Todos os direitos reservados.
É permitida a reprodução de matéria e foto desde que citada a fonte: Braziliantimes.com

Produzido e gerenciado por: Midtech.