Publicado em 4/02/2008 as 12:00am

Chuvas deixam 300 famílias desabrigadas em região serrana do RJ

Cerca de 300 famílias estão desabrigadas no distrito de Itaipava, em Petrópolis, região serrana do Rio, por conta das chuvas que atingem o Estado desde sábado (2).

Cerca de 300 famílias estão desabrigadas no distrito de Itaipava, em Petrópolis, região serrana do Rio, por conta das chuvas que atingem o Estado desde sábado (2).

De acordo com o diretor da Defesa Civil do Estado, coronel Souza Filho, os bombeiros estão percorrendo as áreas de deslizamento e as casas com risco de desabamento para a retirada das famílias do local. A previsão é de que chuvas continuem a atingir o Estado até a próxima quarta-feira (6).

"As pessoas estão sendo levadas para quatro escolas e uma creche, que estão sendo utilizadas como abrigos. A manutenção desse trabalho é muito importante, já que o Sistema Estadual de Meteorologia prevê chuvas até esta quarta-feira, com intensidade variada e possibilidade de pancadas."

Souza Filho disse ainda que o trabalho de buscas por vítimas foi suspenso, nesta segunda-feira (4), porque já foram encontrados os corpos de todos os desaparecidos. Ao todo, nove pessoas morreram e 10 ficaram feridas em Itaipava, o distrito mais atingido no município de Petrópolis. Três dos mortos eram crianças e os outros seis, mulheres.

Ainda segundo o diretor da Defesa Civil, o trabalho de limpeza e retirada da lama das casas está sendo feito por 200 pessoas, que foram contratadas pela prefeitura. Além dos 25 agentes da Defesa Civil e dos bombeiros de duas unidades operacionais, integrantes do Exército, da Cruz Vermelha e voluntários também estão trabalhando nos locais mais atingidos.

A chuva provocou ainda deslizamentos nos municípios de Barra Mansa e Volta Redonda, no Rio, mas sem vítimas. Já na cidade do Rio de Janeiro, a Defesa Civil recebeu 31 chamados nas últimas horas, principalmente devido a rachaduras e infiltrações em imóveis.

Técnicos do Dnit (Departamento Nacional de Infra-estrutura de Transportes) trabalham na BR-495, que liga as cidades de Petrópolis e Teresópolis, na desobstrução da estrada. A rodovia está interditada devido ao deslizamento de terras e desabamento de parte da pista, provocados pela chuva. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, não há previsão para a liberação da estrada.

Fonte: (uol.com.br)