Publicado em 23/10/2008 as 12:00am

Ícone da música cristã brasileira completa 88 anos

O cantor e pastor Feliciano Amaral, que está no Guinness Book como o cantor evangélico há mais tempo em atividade no mundo, completou 88 anos no último dia 20 de outubro

      No último dia 20 de outubro, o cantor evangélico Feliciano Amaral completou 88 anos e foi lembrado num especial do programa “Louvor e Saudade”, apresentado pela 650 WSRO de Framingham. Sob o comando do radialista Gaspar Reis, filho do cantor, o programa contou com a participação de várias pessoas transmitindo votos de felicitações. Também, o pastor Gilson N. Jorge, da Assembléia de Deus de Milford, apresentador do “Mensagem da Cruz”, dedicou a programação de quarta-feira, dia 22, ao querido aniversariante. No Brasil, Feliciano Amaral ao tomar conhecimento disso, ficou muito sensibilizado e pediu para agradecer do fundo do coração todos os participantes pelo gesto de carinho.

       O nome de Feliciano Amaral sempre foi uma referência marcante dentro da música evangélica brasileira.  Nos idos anos 50 seus hinos ecoaram por todos os cantos do Brasil, como nos alto-falantes da tradicional Primeira Igreja Batista do Rio de Janeiro, no bairro do Estácio. Sua voz maviosa e inspirada tocava fundo a alma dos ouvintes.  E a história da discografia cristã não poderia ter começado melhor, afinal, ele foi o primeiro a gravar o então disco de 78 rotações com o hino “O Forasteiro”. Além desse pioneirismo, ele ajudou no ajuste de letras traduzidas para o Cantor Cristão.

      Orgulhosamente seu filho, Gaspar Reis, diz que seguirá os passos do pai mantendo viva sua trajetória musical.

       O programa radiofônico “Louvor e Saudade” tem como objetivo resgatar o trabalho de cantores evangélicos de outrora que também tiveram sua parcela de relevância na música religiosa. E relembra nomes, como: Arautos do Rei, Luiz de Carvalho, Edgar Martins. Denise, Ozéias de Paula, Jair e Ozana, Davi e Beatriz, Zilanda Valentim, Mauricio e Marly, Matheus Iensen, Irmãs Falavinha, Trio Alexandre e uma vasta lista. Dentre esses, obviamente, desponta o nome de Feliciano Amaral, com todo mérito, por suas qualidades e por ter mais tempo em atividade no cenário musical evangélico.

Fonte: (Da redação)