Publicado em 4/01/2009 as 12:00am

Alunos de escolas públicas brasileiras viajam aos EUA como "jovens embaixadores"

Adolescentes conheceram Washington e tiveram aula de inglês. Depois, os 35 alunos foram cada um para uma cidade

Trinta e cinco adolescentes brasileiros, alunos de escolas públicas, passaram duas semanas nos EUA com a missão de representar o Brasil através do programa “Jovens Embaixadores” do governo americano.

O cearense José Hemison saiu de Sobral (CE) para Montana, onde a temperatura média em janeiro é de 6 graus centígrados negativos. José sobreviveu ao frio, mas a câmera de vídeo que levou só conseguiu filmar um pouco da neve e pifou – o Fantástico entregou filmadoras a três jovens embaixadores.

Giovani Santos, de Piedade, subúrbio do Rio de janeiro, foi para Seattle, na costa leste dos Estados Unidos. E Vanessa Gonzalez, de Porto Alegre, viajou para Charlotte, no estado da Carolina do Norte.

Antes de se dividir, o grupo ficou uma semana na capital americana, Washington. Ali os jovens embaixadores tiveram aulas de inglês e visitaram a cidade. “A Casa Branca é linda, imensa, bem cuidada, uma pena que a gente não possa entrar, mas a gente entende que é por causa da transição (presidencial)”, conta Vanessa.

Ainda em Washington, cidade com grande presença negra, os adolescentes tiveram uma aula de hip hop.

Depois cada um foi para uma cidade, para viver numa casa de família e frequentar a escola local. “Eles não têm muita ideia do que é o brasil, fiquei impressionada. O que mais eles conhecem é futebol, nem carnaval eles conheciam. Mas enfim, agora eles vão conhecer mais”, diz Vanessa.

No dia da posse de Barack Obama, Giovani acompanhou tudo na escola. “Estou assistindo à inauguração, a posse do Obama, dentro da sala de aula. Estou falando baixinho porque estou dentro da sala, e a professora está aqui”, sussurra o estudante na gravação feita por ele mesmo.

Além de representarem o Brasil nos EUA, os jovens embaixadores voltaram com a bagagem cheia de experiências

Fonte: (G1)