Publicado em 4/09/2009 as 12:00am

Paranaense se diz especialista em loteria e vive de 'comissão'

Ele mora em cidade onde saiu prêmio de R$ 21,8 milhões da Mega-Sena. Movimento na única lotérica de Terra Roxa (PR) aumentou nesta quinta.


Os moradores da cidade de Terra Roxa (PR) estão curiosos para saber quem é o dono do bilhete ganhador que faturou o prêmio R$ 21,8 milhões do concurso 1.105 da Mega-Sena, sorteado nesta quarta-feira (2) pela Caixa Econômica Federal. É no município que mora o "apostador profissional" Luiz Henrique Ferrari, 42 anos, que já escreveu seis livros com dicas para acertar as dezenas da Mega-Sena.

Ainda no anonimato, o dono do bilhete (ou donos, em caso de bolão) já provocou o aumento de pessoas interessadas em fazer uma aposta na Lotérica Souza, a única na cidade. "Até que seria bom o pessoal apostar mais, porque tem muita gente que vai lá para saber notícias do novo milionário", brincou Cláudio Martins de Souza, 48 anos, dono do estabelecimento.

Ferrari disse ao  portal G1 que não é o novo milionário e que as dezenas sorteadas no último concurso não estão em seus livros. "Infelizmente, não sei quem acertou os números e também não tenho como saber se o sortudo usou as informações dos meus livros."


Ele afirmou ainda que as informações de seus livros já ajudaram a premiar várias pessoas e em vários tipos de apostas lotéricas. "As pessoas me ligam para dizer que ganharam algum prêmio. Ao todo, já são mais de R$ 162 mil. Por causa disso, muitos acabam me oferecendo uma espécie de comissão pela ajuda que tiveram com meus livros." 

Ferrari informou que as bonificações já chegaram a R$ 3 mil. "Mas teve quem ganhou prêmio menor e me presenteou com R$ 300. Ainda não tive a sorte de ajudar alguém que acertou as seis dezenas da Mega-Sena." 

O dono da lotérica disse que já registrou outras apostas premiadas. "Comigo já saíram quatro quinas nos últimos três anos", disse Souza.

Na cidade, que tem pouco mais de 16 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), quem faltou ao trabalho, deixou de ir à escola ou faltou à missa já é considerado 'suspeito' de ser o novo milionário. "Esse foi o assunto em todas as rodas de amigos. Na praça, não se falava outra coisa que não fosse loteria." 

 

Conheça uma das técnicas do apostador profissional

Segundo Ferrari, um de seus livros livros ensina a otimizar o valor apostado. "Eu mostro como é possível fazer uma aposta com 11 dezenas ficar mais barata. Com a minha técnica, as chances de se acertar a quadra ou a quina aumentam."

Ele disse que o livro traz 19 opções de jogos, todos com as dezenas já combinadas, o apostador terá apenas o trabalho de copiar nos volantes da Mega-Sena e pagar na lotérica o jogo de sua preferência.

Fonte: (G1)