Publicado em 1/10/2009 as 12:00am

Mãe de brasileiro jihadista perde o controle

A brasileira Rosana Rodrigues, mãe do combatente belga Brian de Mulder, que desde janeiro de 2013 luta na Síria junto ao grupo autodenominado Estado Islâmico

A brasileira Rosana Rodrigues, mãe do combatente belga Brian de Mulder, que desde janeiro de 2013 luta na Síria junto ao grupo autodenominado Estado Islâmico, acusou o líder da organização islamista Sharia4Belgium de ter destruído a vida de sua família ao final do primeiro dia do julgamento do grupo por recrutamento de combatentes estrangeiros, na segunda-feira.

"Você arruinou nossas vidas", gritou Rosana, muito alterada, em direção a Fouad Belkacem, antes de ser retirada da sala de audiência pela polícia.

"Tudo o que desejo para o senhor Belkacem é que ele vá para o inferno. Se acontecer alguma coisa com Brian, vou perseguir ele (Belkacem) até a morte", disse à imprensa do lado de fora do Palácio de Justiça da Antuérpia, onde acontece o julgamento.

O homem não compareceu ao tribunal na terça-feira, segundo dia do julgamento.

As audiências serão reiniciadas no dia 8 de outubro com as argumentações de defesa. As sentenças serão pronunciadas no mesmo dia.

Fonte: Da Redação