Publicado em 24/01/2011 as 12:00am

38 cidades estão em emergência pela chuva em SC

Cinco pessoas morreram por causa dos temporais, segundo a Defesa Civil. Mais de 23,2 mil pessoas tiveram de deixar suas casas no estado.


Subiu para 38 o número de cidades em emergência por causa das chuvas que atingem Santa Catarina. O município de Mirim Doce decretou estado de calamidade pública.

Mais de 23,2 mil pessoas tiveram de deixar suas casas no estado, segundo a Defesa Civil. No total, 21.371 pessoas estão desalojadas e 1.862 estão desabrigadas. Cerca de 21 mil imóveis foram destruídos.

De acordo com a Defesa Civil, as cidades em emergência são: Alfredo Wagner, Armazem, Araquari, Balneário Arroio do Silva, Balneário Barra do Sul, Barra Velha, Cocal do Sul, Corupa, Criciúma, Forquilhinha, Grão Pará, Guaramirim, Governador Celso Ramos, Içara, Ilhota, Imaruí, Itapoá, Jaraguá do Sul, Jacinto Machado, Lauro Muller, Maracajá, Massaranduba, Meleiro, Morro da Fumaça, Morro Grande, Nova Veneza, Passo de Torres, Pedras Grandes, Santo Amaro da Imperatriz, São Francisco do Sul, Siderópolis, São José do Cerrito, Rio do Campo, Taio, Turvo, Timbé do Sul, Tubarão e Urussanga.


Cinco pessoas morreram por causa da chuva em Santa Catarina. Em Florianópolis, foram registradas três mortes: um menino de 8 anos caiu em um córrego, um homem de 38 anos foi atingido por um raio e uma mulher de 22 anos caiu em um rio após o desabamento de uma ponte.

Em Massaranduba, uma menina de três meses morreu. A criança estava nos braços de uma tia, que foi arrastada pela enxurrada. Em Jaraguá do Sul, um operário de 42 anos foi atingido por um raio.

Outras 162 pessoas ficaram feridas e 79 estão enfermas, segundo a Defesa Civil.

Fonte: (G1)