Publicado em 21/07/2011 as 12:00am

RS: chuva deixa 131 cidades em alerta máximo para enchentes

A chuva constante que atinge o Rio Grande do Sul desde o início da semana provocou deslizamentos e alagamentos em todo o Estado. Segundo a Defesa Civil estadual, 131 municípios gaúchos estão em alerta máximo para o risco de transbordamento de pelo menos o

A chuva constante que atinge o Rio Grande do Sul desde o início da semana provocou deslizamentos e alagamentos em todo o Estado. Segundo a Defesa Civil estadual, 131 municípios gaúchos estão em alerta máximo para o risco de transbordamento de pelo menos oito rios. Outras 217 cidades estão em estado de alerta moderado.

A situação mais grave, de acordo com a Defesa Civil, é a do rio dos Sinos, principalmente nos municípios de Novo Hamburgo e São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre. Na manhã desta quinta-feira, o rio chegou a 5,5 m acima do nível normal - a 5,8 m, segundo a Defesa Civil, o Sinos transborda. Caso o rio continue a subir, terá início a remoção das famílias em áreas de risco.

A maior parte dos municípios em estado de alerta máximo está concentrada na região norte do Estado. Outros rios que preocupam as autoridades são o Caí, o Montenegro, o Gravataí, o Taquara, o Jacuí e o Pardo, além do Guaíba, em Porto Alegre.

Estradas interditadas
De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) do Rio Grande do Sul, diversas estradas tiveram de ser interditadas devido a deslizamentos, acúmulo de água na pista e cheias de rios.


De acordo com o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) do Rio Grande do Sul, diversas estradas tiveram de ser interditadas devido a deslizamentos, acúmulo de água na pista e cheias de rios.

O km 39 da ERS-122, altura de São Vendelino, foi totalmente bloqueada para trabalhos de limpeza na pista, efetuados pelos bombeiros. Um desvio foi organizado pelo interior de Salvador do Sul. O acúmulo de água e pedras na pista, em função de deslizamentos, está entre os principais transtornos para os motoristas. No km 4,5 da ERS-386, sentido Caxias do Sul-Litoral, o tráfego flui em meia pista, devido a pedras na rodovia. A RSC-470 sofre do mesmo problema nos km 218, 193 e 220.

O excesso de água é motivo de preocupação na ERS-446 e chegou a bloquear totalmente a ERS-431, km 16, onde o nível do rio ultrapassou a altura da ponte em Cotiporã. A queda de uma barreira, de pedras e de árvores causou a bloqueio de meia pista no km 72 da RSC-453, e nenhum desvio foi organizado no local.

Também não há desvios do km 37 ao 50, trecho em que a ERS-129 está interditada, assim como no km 82, devido a cheias nos rios Taquari e Guaporé. O açude de um estabelecimento de "pesque e pague" transbordou, o que motivou uma interdição sem desvios no km 5 da ERS-416, entre Poço das Antas e Teutônia.

Fonte: terra.com.br