Publicado em 19/09/2011 as 12:00am

Motorista que atropelou mãe e filha na calçada responderá por homicído doloso

O motorista que invadiu a calçada em frente ao shopping Villa-Lobos - zona oeste de São Paulo-, atropelou e matou mãe e filha na noite de sábado (17) está preso e vai responder por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

O motorista que invadiu a calçada em frente ao shopping Villa-Lobos - zona oeste de São Paulo-, atropelou e matou mãe e filha na noite de sábado (17) está preso e vai responder por homicídio doloso (quando há intenção de matar).

Miriam Afife José Baltresca, 58, e Bruna Baltresca, 28, andavam pela calçada quando foram atingidas por um Golf. O choque foi tão violento que peças e acessórios do carro foram arremessados a uma longa distância - o motor chegou a ser retirado do seu compartimento. O ponteiro do veículo parou marcando 100 km/h. Na pista local da marginal, o limite é de 70 km/h.

Um bombeiro que atendeu o motorista afirmou que o homem aparentava sinais de embriaguez e cheirava a bebida alcoólica. No Hospital São Luiz, para onde ele foi levado, os médicos fizeram a mesma descrição ao delegado plantonista, que solicitou colheita de sangue para exame de embriaguez. Depois de receber alta, o homem foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para a realização do exame.

O delegado considerou haver provas suficientes para indicar que o motorista teve a intenção de provocar o acidente, já que assumiu o risco ao ingerir bebida alcoólica e dirigir em alta velocidade. Ele está detido na carceragem do 91º Distrito Policial (Ceagesp), e durante a tarde deve ser transferido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) do Belém. 

Fonte: UOL.COM.BR