Publicado em 6/04/2012 as 12:00am

PSDB mira Ronaldo como deputado, após FHC convidá-lo como vereador

PSDB mira Ronaldo como deputado, após FHC convidá-lo como vereador


Em fase de montagem da relação de pré-candidatos a vereador para as próximas eleições, o PSDB lamenta não ter em sua lista o nome de Ronaldo. O Fenômeno foi convidado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para se filiar ao partido, no segundo semestre de 2011, mas não aceitou o convite.

Implícito na proposta, estava o projeto para o ex-jogador se candidatar a vereador de São Paulo, onde tem domicílio eleitoral, em 2012. Amigo de FHC, o ex-atleta disse a seu parceiro de pôquer que não quer se envolver com política. Cascata, na opinião de gente do partido.

Na avaliação de integrantes da legenda, o Fenômeno começa a pegar gosto pela política e só rejeitou a oferta porque tem planos num degrau acima. Estaria tentado a começar a carreira pública como Deputado Federal.

Assim, os tucanos já planejam contar com o astro na disputa por uma vaga na Câmara em 2014, quando ele ainda deve estar sob os holofotes por causa de sua participação no COL (Comitê Organizador Local da Copa).

Até lá, o plano é estreitar mais as ligações. Além de amigo de FHC, Ronaldo faz parte do comitê de São Paulo para a Copa, controlado pelo PSDB.

 O Fenômeno é visto pelos tucanos como algluém que gosta do ambiente político e que se envolve cada vez mais com o meio, por isso sua recusa não foi convincente para o partido. Prova disso é seu relacionamento com FHC e Lula. A visita ao ex-presidente petista, fora de uma agenda oficial, reforçou essa tese.

 O problema para o partido de Fernando Henrique é que Lula pode entrar no circuito e tentar levar o passe do ex-atacante para o PT. Seria mais um duelo entre os dois às vésperas da próxima eleição presidencial.

Fonte: (da uol)