Publicado em 19/07/2012 as 12:00am

Publicitário é morto a tiros após abordagem policial em SP

Um publicitário foi assassinado depois de uma tentativa de abordagem policial na noite de quarta-feira. Segundo a versão da Polícia Militar, Ricardo Prudente de Aquino fugiu de uma blitz, iniciando uma perseguição. De acordo com o relato dos agentes, os d

Um publicitário foi assassinado depois de uma tentativa de abordagem policial na noite de quarta-feira. Segundo a versão da Polícia Militar, Ricardo Prudente de Aquino fugiu de uma blitz, iniciando uma perseguição. De acordo com o relato dos agentes, os disparos foram efetuados após eles visualizarem um objeto preto na mão da vítima, o que teriam achado ser uma arma.

Aquino chegou a ser socorrido para o Hospital das Clínicas, mas não resistiu aos ferimentos. Ao revistar o veículo, a polícia não encontrou arma alguma e, devido às circunstâncias, a suspeita é de que os policiais tenham confundido o aparelho celular da vítima com um possível armamento. Os policiais envolvidos na ocorrência foram presos em flagrante no Presídio da Polícia Militar Romão Gomes.

Em nota, a Polícia Militar lamentou a ocorrência. "Ressalta-se que os policiais militares do Estado de São Paulo são submetidos a treinamentos constantes quanto aos procedimentos operacionais padrão e que tal atitude será apurada com rigor, pois dão indícios de falhas de procedimento inaceitáveis. Dessa forma a Polícia Militar pede desculpas à família, à sociedade e esclarece que, após as apurações, os envolvidos pagarão pelos seus erros na medida de suas atitudes."

Fonte: terra.com.br