Publicado em 2/08/2012 as 12:00am

Pedreiro encontra bolsa com R$ 30 mil e devolve ao dono em MG

Um pedreiro de 44 anos encontrou em um matagal e devolveu ao dono uma bolsa contendo R$ 30 mil que haviam sido roubados de uma distribuidora de bebidas localizada na cidade de Paracatu (482 km de Belo Horizonte).

Um pedreiro de 44 anos encontrou em um matagal e devolveu ao dono uma bolsa contendo R$ 30 mil que haviam sido roubados de uma distribuidora de bebidas localizada na cidade de Paracatu (482 km de Belo Horizonte).

Luzimar Andrade, que trabalha nas imediações do estabelecimento comercial, acionou a Polícia Militar mineira para a devolução do dinheiro, que seria utilizado no pagamento dos salários dos funcionários da empresa, assaltada por 4 homens armados na última segunda-feira (30).

De acordo com o tenente Michael da Silva, do 45º Batalhão da PM, a polícia foi chamada ainda durante o assalto e dois suspeitos do crime foram capturados nas imediações da distribuidora. Eles teriam confessado a participação no assalto. Outros dois homens ainda são procurados.

Silva afirmou que os ladrões provavelmente se livraram da bolsa com o dinheiro (em espécie e em cheques) no terreno baldio por conta de ela ter ficado pesada com o acúmulo de moedas.

"Fui eu que atendi a ligação do senhor Luzimar, que trabalha próximo ao local do assalto, informando ter encontrado a bolsa. Fomos até o local e verificamos que se tratava da mesma bolsa utilizada para acondicionar o dinheiro levado da distribuidora. Ela estava muito pesada por causa das moedas, que eram muitas. Isso deve ter dificultado a fuga deles e levado ao consequente descarte do material no mato", afirmou.

Segundo ele, a ligação do pedreiro à polícia foi feita no mesmo dia do assalto.

O oficial disse que a ação de Andrade foi elogiada por moradores da cidade e pelo proprietário do estabelecimento comercial, que gratificou o pedreiro com uma soma em dinheiro não revelada.

"Ele disse que não hesitou em devolver o dinheiro. Em primeiro lugar, afirmou que o dinheiro não pertencia a ele e, em segundo lugar, quem o perdeu certamente estaria precisando dele. Por isso ele nos ligou relatando a intenção de entregar o dinheiro ao verdadeiro dono", disse o tenente.

Os suspeitos foram presos em flagrante e levados a uma delegacia da Polícia Civil da cidade. Posteriormente, foram encaminhados ao presídio local e estão à disposição da Justiça.

Fonte: uol.com.br