Publicado em 12/04/2013 as 12:00am

Viadutos são ameaça a motoristas em várias regiões do Rio

Em menos de 2h, dezenas de irregularidades foram flagradas na cidade. Engenheiro do CREA-RJ reivindica soluções para evitar nova tragédia.


A Avenida Brasil, onde um ônibus tombou no dia 2 e causou a morte de sete pessoas e deixou outra 10 feridas, não é a única via no Rio de Janeiro em que pontes representam riscos aos motoristas, embora concentre pelo menos 10 viadutos sem proteção adequada.

A pedido do G1, o engenheiro civil especialista em pontes e estruturas grandes e conselheiro do Crea-RJ (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) Antonio Eulálio acompanhou a equipe de reportagem num passeio de 1h30 pela cidade e flagrou viadutos sem a barreira lateral que, em caso de acidente, reconduz o veículo a pista e impede a queda do automóvel. Em diferentes locais, a partir da Zona Norte e passando por Centro, Aterro do Flamengo e Botafogo, foram apontadas várias estruturas de risco. Uma delas no Trevo das Forças Armadas, em frente à sede da Prefeitura da cidade, na Cidade Nova.

Em nota, a Secretaria Municipal de Obras informou que tem realizado "a substituição gradativa desses elementos de proteção de obras-de-arte do município, como em diversos viadutos da Av. Brasil próximos às bases militares de Deodoro" e lembrou que recentemente concluiu barreiras em dois viadutos na cidade, mas que vai vistoriar os locais apontados na reportagem para programar intervenções.

Fonte: www.globo.com