Publicado em 13/04/2013 as 12:00am

Casa de samba de São Carlos proíbe beijo na boca para garantir o respeito

Cartazes e seguranças da Toca da Criola alertam para o impedimento. Nem mesmo no Dia do Beijo, celebrado neste sábado, carinho é permitido

Placas e cartazes espalhados por um bar de São Carlos (SP) não deixam dúvida: é proibido beijar na boca. Na casa de samba, a alegria rola solta, mas o beijo não é bem-vindo. “O lema da casa é vir para se divertir, seja com os amigos, com a família, ou sozinho, porém tem que ter respeito. Quer pegada vai lá fora, aqui dentro não”, explicou a gerente da Toca da Criola, Vivian Leite, de 37 anos. Nem mesmo no Dia do Beijo, comemorado neste sábado (13), o carinho será permitido no local.

Os cartazes que alertam para a proibição, entretanto, nem sempre são suficientes, então, seis seguranças da casa ficam de olho e, quando percebem que o clima começa a esquentar, abordam os 'beijoqueiros'. “Tem gente que se beija, a gente avisa, eles não acreditam e perguntam se o que está nos cartazes é verdade mesmo”, disse Vivian. As placas viraram souvenir. “Tirar foto delas é fato, mas tem gente que leva embora”, falou.

O clima de vigilância também existe entre os frequentadores. “O próprio freguês avisa, vem falar com a gente, mas para chegar até mim é porque estão exagerando bastante”, observou a gerente. Segundo os proprietários, é preciso manter o respeito.

“Um selinho é até insignificante, o que não pode é pegada”, resumiu Carmem Oliveira, a Criola de 65 anos, que dá nome ao bar instalado há quatro anos na casa da família dela.


Fonte: www.globo.com