Publicado em 13/04/2013 as 12:00am

Fiscalização contra poluição sonora multa comércios no Centro de Manaus

Fiscalização verificou existência de caixas com som acima de 55 decibéis. Multas aplicadas a lojistas, durante a fiscalização, superaram R$ 4 mil.

Estabelecimentos comerciais do Centro de Manaus foram notificados e tiveram equipamentos apreendidos durante fiscalização de poluição sonora da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) na manhã deste sábado (13).  A ação teve caráter punitivo e ocorre após visitas de orientação da pasta a comerciantes da área central da capital. As multas aplicadas foram de mais de R$ 4 mil. A fiscalização autua lojas que dispunham de caixas de som voltadas para a rua e com intensidade acima de 55 decibéis.

Na Rua Marechal Deodoro, a Max Moll Confecções teve uma caixa de som apreendida e foi multada em 54 UFMs (Unidade Fiscal do Município) por manter o equipamento voltado para a rua e em volume além do permitido. Em reais, a punição corresponde a R$ 4.030. O locutor Heliel Portela, de 28 anos, foi quem representou a loja de roupas perante a prefeitura e explicou que desconhecia a proibição de som. “Não tinha a mínima noção de que não podia deixar a caixa voltada para a rua”, alegou.

Outro comércio multado foi a Galeria da Moda localizado na Rua Guilherme Moreira, via paralela à Rua Marechal Deodoro. A loja também foi multada em R$ 4.030 e uma mesa e caixa de som foram apreendidas. O gerente do empreendimento alegou que não tinha autorização para usar equipamentos de áudio devido a burocracia para expedição da documentação.  “Faz seis meses que tentei tirar minha licença, mas esbarrei na burocracia. Sem contar que achei que não íamos incomodar tanto assim”, disse Darcy da Silva.

Fonte: www.globo.com

Top News