Publicado em 1/05/2013 as 12:00am

'Queremos explicação', diz irmão de baleada em porta-malas no ES

Maria da Penha Auer foi enterrada nesta quarta-feira (1º), na Serra. Polícia diz que militares envolvidos não sabiam que havia reféns no carro.


“Como há um sequestro sem vítimas? A polícia está alegando que não sabia que minha irmã estava no porta-malas, mas ela estava, lá havia uma pessoa, então estamos procurando essa explicação”, disse Valdecir Auer, irmão de Maria da Penha Auer, que morreu após ser baleada dentro do porta-malas do carro durante uma troca de tiros, na noite desta segunda-feira (29) na Serra, Grande Vitória. A mulher foi enterrada na manhã desta quarta-feira (1º), sob aplausos e lágrimas, no Cemitério de Carapina Grande, no mesmo município.

Nesta terça-feira (30), o comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, na Serra, coronel Nylton Rodrigues, informou que os policiais não sabiam que havia reféns no veículo e reforçou que os suspeitos começaram a atirar. O caso, também, está sendo investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil.

Fonte: www.globo.com