Publicado em 3/06/2013 as 12:00am

Baiana oferece serviço de personal shopper para brasileiros que querem ir às compras em Miami

Miami se tornou o paraíso das compras para os brasileiros. Entre os shoppings preferidos dos turistas está o Bal Harbour Shops, localizado na Collins Ave, com suas lojas de luxo

da redação

 

No topo da lista de viagens internacionais de milhares de brasileiros, os Estados Unidos atraem também pelo delírio do consumo. Entre as cidades mais requisitadas estão Nova York, pelo glamour das grifes, Boston, pelo fascínio dos outlets, e o destino mais procurado, Miami, conhecido como o paraíso das compras.

Mesmo com o dólar cotado a R$ 2,08 (valor do dia 29/5), a variedade e os preços são tão atrativos que compensam. Segundo o Departamento de Comércio americano, em 2009, aproximadamente 1 milhão de brasileiros visitaram o país e gastaram 4,5 bilhões de dólares. Esses números só têm aumentado. Em 2011, o Ministério de Turismo do Brasil contabilizou mais de 7 milhões de brasileiros nos EUA.

De olho nessa demanda, surgiram serviços criados especialmente para os brasileiros. Entre eles está o Personal Shopper, um programa de compras que leva turistas em lojas e shoppings acompanhados por um guia que também dá consultoria de moda. A baiana Pri Heir, formada em Direito com especialização em Marketing e Moda, mora em Miami há nove anos. Recebia tantos amigos que teve a ideia de criar a Miami for Fun, empresa com serviços como esses para ajudar os brasileiros.

Quem contrata o personal shopper  já tem assistência antes mesmo da viagem. “Todo mundo que chega por aqui carrega uma wishlist (lista de desejos) com uma infinidade de produtos, roupas, sapatos, artigos de decoração, beleza, eletrônicos. Mas, antes mesmo da viagem, conversamos com o cliente para saber as necessidades de compra, gostos, desejos e orçamento”, explica Pri. A partir daí é criado um roteiro específico que vai de lojas de grifes, shoppings, outlets até lugares que não são muito visitados por turistas.

O atendimento inclui carro da empresa, gasolina,  estacionamentos, pedágios, serviço de bordo com revistas, água, biscoitos, telefone e iPad para contato com o Brasil. O valor é combinado com cada cliente, pois depende das horas (mínimo de 4) e dias de consultoria, além da localização do hotel. Pri também pode adiantar as compras, fazer suas malas enquanto você passeia ou até enviar produtos sem você sair do Brasil.

Fonte: Brazilian Times