Publicado em 3/06/2013 as 12:00am

Índios invadem mais duas fazendas em Mato Grosso do Sul

Índios invadem mais duas fazendas em Mato Grosso do Sul


Cerca de cem índios invadiram no final da tarde desse domingo (2) mais duas propriedades em Sidrolândia (71 km de Campo Grande), onde na última quinta-feira (30) um índio terena morreu durante operação de reintegração de posse em área da fazenda Buriti.

Ontem foram invadidas as fazendas Cambará, em frente à Buriti, e a fazenda Lindoia, a 8 km dali. Somadas à invasão da fazenda Esperança, em Aquidauana, na sexta-feira (31), agora já são quatro áreas ocupadas na região em menos de uma semana.

No último sábado (1º), índios guaranis, kadwéus e terenas reuniram-se com representante do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), ruralistas, entidades de classe e a cúpula da segurança e judiciário sul-mato-grossenses.

Na audiência, eles disseram que permaneceriam apenas na fazenda Buriti, onde ocorreu a morte do índio Oziel Gabriel, 35, e Esperança, em Aquidauana. Pelo combinado, os índios aguardariam 15 dias, desde que a Justiça não emitisse novos mandados de reintegração de posse.

Vanth Vani, dono da fazenda Cambará, disse que cria 1.200 cabeças de gado na área e que seus empregados foram obrigados a deixar a fazenda. Leonel Lemos de Souza Brito, conhecido como Leleco, prefeito da cidade de Bonito e dono da fazenda Lindoia, disse que ficou sabendo da invasão por meio de telefonema dos funcionários, que também saíram da propriedade.

Fonte: www.uol.com

Top News