Publicado em 24/06/2013 as 12:00am

Passe Livre pedirá tarifa zero em encontro com Dilma

Passe Livre pedirá tarifa zero em encontro com Dilma

São Paulo - O Movimento Passe Livre (MPL) publicou uma carta aberta declarando-se "surpreso" com o convite feito pela presidente Dilma Rousseff para uma reunião em Brasília, às 14h desta segunda-feira, 24. O documento será entregue pelos ativistas no encontro no Palácio do Planalto e defende a tarifa zero, a municipalização da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE) e mais verbas do governo federal aos municípios para que sejam adotadas políticas de priorização do transporte público em todo o País. Eles afirmaram ser contra a desoneração de impostos.

"Gostaríamos de conhecer o posicionamento da presidente sobre a tarifa zero no transporte público e sobre a PEC 90/2011, que inclui o transporte no rol dos direitos sociais do artigo 6º da Constituição Federal", diz a carta, divulgada no site do MPL. Para atingir esses objetivos, o MPL se posicionou, no texto, contra desoneração de impostos no setor privado. "Abrir mão de tributos significa perder o poder sobre o dinheiro público, liberando verbas às cegas para as máfias dos transportes, sem qualquer transparência e controle."

Segundo a carta, a presidente Dilma estaria também surpresa com o resultado dos atos promovidos pelo movimento. "Essa reunião com a presidenta foi arrancada pela força das ruas, que avançou sobre bombas, balas e prisões", afirma o texto. O grupo enfatiza a repressão e violência por parte do Estado contra ativistas e jornalistas e cobra " a desmilitarização da polícia" e uma "política nacional de regulamentação do armamento menos letal".

Fonte: www.uol.com