Publicado em 29/08/2013 as 12:00am

PMs que agrediram jovem após manifestação no Rio são afastados

PMs que agrediram jovem após manifestação no Rio são afastados


A Polícia Militar do Rio afastou os dois PMs que agrediram a estudante de cinema Rani Messias, 19, durante um protesto no centro do Rio na noite desta terça-feira (27). Em um vídeo postado no YouTube na quarta-feira (28) é possível ver a estudante caída no chão sendo atingida por socos, chutes e cassetetes pelos policiais.

Segundo a PM, o comando da corporação não concorda com esse tipo de conduta, e os policiais já foram identificados e afastados do policiamento nas manifestações. Também foi aberta uma sindicância para avaliar a responsabilidade penal e disciplinar de cada um dos agentes, que serão submetidos a uma avaliação psicológica.  

A PM, no entanto, afirma que no vídeo fica "evidente" que há um grupo de "vândalos com paus e pedras agindo tão e somente com intuito de depredar patrimônio público, privado e atacar policiais militares" e que é dever da polícia atuar "sempre que houver ameaça à vida ou ao patrimônio".

Nas imagens é possível ver alguns dos manifestantes, que tentavam impedir a agressão, serem afastados pela polícia, ao que um dos PMs retrucou: "Não atrapalha o trabalho da polícia".

De acordo com Leslie Messias, mãe da estudante, Rani estava nos arredores da 5ª DP (Centro) filmando e fotografando o protesto para um projeto para a faculdade que cursa em Londres quando foi agredida pelos policiais. A estudante passou por exame de corpo de delito ainda na quarta-feira. A família pretende processar os policiais que cometeram a agressão.

Fonte: www.uol.com