Publicado em 30/08/2013 as 12:00am

Professores fazem protesto na praça da República, em São Paulo

Professores fazem protesto na praça da República, em São Paulo


Cerca de 70 professores da rede estadual e sindicalistas da CUT (Central Única dos Trabalhadores) estão reunidos nesta sexta-feira (30) em ato em frente à Secretaria de Educação de São Paulo, na praça da República, no centro.

De acordo com Telma Vitor, diretora da Apeoesp (Sindicato dos Professores de Ensino Official do Estado de São Paulo), entidade filiada à CUT, o protesto é a favor da realização de concursos para tabalhar nas escolas do estado.

"Somos contra a contratação indevida", explica. Mais tarde, o ato dos professores se juntará a uma manifestação da CUT contra a terceirização, pauta recorrente dos sindicatos trabalhistas.

Nove policiais militares com motos assistem acompanham a concentração. Eles ainda não têm estimativa da quantidade de pessoas presentes e não in formaram o tamanho do efetivo que acompanhará os protestos desta quinta.

Vitor também diz que o reajuste salarial, a falta de estrutura nas escolas e o plano de carriers estão entre as reivindicações da classe.

Entre os sinficalistas há militantes do PSTU que carregam bandeiras contra o governador Geraldo Alckin. Diversos cartazes fazem referência aos protestos de junho.

PROGRAMA DO SILVIO

Ao lado da concentração, técnicos montam câmeras escondidas e uma tela para o "Programa do Silvio". A tela instrui pessoas a imitar uma galinha em troca de dinheiro. As filmagens serão feitas esta noite, segundo os técnicos.

Fonte: www.uol.com