Publicado em 25/07/2014 as 12:00am

Brasileiro de Marlborough volta ao Brasil para assumir o futebol feminino do Flamengo

Entre os objetivos do professor de futebol, Alexandre Saleh, está o título do Campeonato Brasileiro

Alexandre Saleh mora em Marlborough (Massachusetts) há 4 anos e foi um dos pioneiros do futebol feminino no Brasil, quando começou em 1981, na praia de Copacabana (Rio de Janeiro). Nessa época, o esporte era proibido por lei.

Devido ao grande sucesso de seus eventos na praia de Copacabana e dos realizados pelo antigo e conhecido time do Radar, o esporte foi regulamentado através de uma lei sancionada em 1983. Nesse ano, aconteceram os primeiros campeoantos oficiais de futebol feminino de campo no Brasil. Saleh foi técnico da equipe do São Cristóvão F.C. e, na praia foi campeão pelo Constante F.C., em 1983.

Ele foi goleiro das categorias de base do Flamengo, o que até hoje lhe rende grandes amizades e um conhecimento dentro do clube. Saleh está assumindo o futebol feminino rubro-negro através de sua empresa a ISBEJ (uma ONG que entre outras funções sociais tem o objetivo de elevar e desenvolver o futebol feminino no Brasil).

O objetivo de Saleh, que também foi técnico da equipe feminina do Botafogo, não é só montar um time. Ele pretende preparar um verdadeiro “Dream Team”, com as melhores atletas do Brasil e de outros países. “Quero mostrar que, com a força de seus 40 milhões de torcedores, o esporte pode ser um verdadeiro sucesso de mídia, de público e financeiro, a exemplo dos Estados Unidos”, disse.

O Flamengo está inscrito no II Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino e Saleh já convidou grandes atletas para disputar a competição pela sua equipe. “Mas isso dependerá da aquisição de patrocínios para poder confirmar a participação”, continua.

LIGA DOS FORTES DO FUTEBOL FEMININO

Após a criação da equipe, Saleh fundará a Liga dos Grandes do FF, onde, a exemplo do que fez com o CR Flamengo, colocará os maiores clubes do país no circuito para, com apoio da CBF, Ministério dos Esportes e outros, realizar grandes eventos da modalidade, inclusive com finais no Maracanã.

Saleh sabe que só com a criação dessa Liga, o esporte realmente crescerá e se desenvolverá no Brasil, tendo condições de conquistar o ouro em 2016.

O FLAMENGO NOS EUA

Depois de assumir a equipe feminina do Flamengo, Saleh voltará aos EUA para implantar as escolas oficiais do clube neste país, e será o encarregado pelas franquias internacionais em Massachusetts e a sua escola o Brazilian Magic Soccer (que já é uma das maiores da cidade de Marlborough) será a primeira oficial no país.

Saleh irá ao Brasil e deixará a sua escola funcionando. Em Agosto um diretor do clube estará presente para fechar o negócio e será feito uma “soccer clinic” de um dia para que as crianças de Massachusetts tenham a oportunidade de conhecer essa futura escola. “Todas que comparecerem com o uniforme do Flamengo poderão participar dessa clínica”, disse ele.

As crianças que quiserem participar e garantirem uma vaga na futura escola do Flamengo devem enviar um e-mail para brazilianmagicsoccer@gmail.com ou flamengofutebolfeminino@gmail.com .

Fonte: Redação Brazilian Times