Publicado em 11/12/2015 as 12:00am

Dilma sobre carta de Temer: não há rompimento

Presidente disse que conversa com o vice foi "rica e pessoal" e que ambos se comprometeram a unir esforços para melhorar o país

Em evento na manhã desta sexta-feira (11), a presidente Dilma Rousseff falou pela primeira vez, publicamente, sobre a carta enviada pelo vice-presidente Michel Temer.

Ela disse que a conversa de quarta-feira (9)  à noite foi "rica e pessoal", e que os dois se comprometeram a unir esforços para melhorar o país.

Em rápida coletiva na 21ª edição do Prêmio Direitos Humanos, no Palácio do Planalto, em Brasília, a presidente garantiu que respeita o posicionamento do vice enquanto presidente do PMDB, mas que vai lutar contra o pedido de impeachment contra ela.

Dilma Rousseff afirmou que não há rompimento e que não vê problemas em opiniões divergentes dentro de um mesmo governo.

Questionada sobre a posição do PSDB em relação ao pedido de impeachment, Dilma disse que não era "nenhuma novidade" a atitude do partido - na quinta-feira (10), após reunião da cúpula tucana, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso disse que há “razão consistente” para o afastamento da petista.

"A base do pedido (de impeachment) e das propostas do presidente da Câmara é o PSDB, sempre foi. Ou alguém aqui desconhece esse fato?", disse Dilma aos jornalistas presentes. "Porque se não fica uma coisa meio hipócrita da nossa parte. Nós fingimos que não sabemos disso."

Fonte: terra.com.br