Publicado em 7/06/2016 as 10:00am

Julgamento final de Dilma deve coincidir com as Olimpíadas do Rio

O julgamento final de Dilma deve acontecer em agosto. A data ainda depende de muitas variáveis.

 O tempo é a aposta de aliados de Dilma. Numa batalha política como a do impeachment as posições de lado a lado mudam muito. Pessoas do governo Temer agora parece ter mais pressa pela definição das coisas. PT e aliados apostam no tempo para tentar buscar a reversão de votos do Senado. A admissibilidade do processo por 55 votos foi quase devastadora para eles. O plano é conseguir mudar as coisas agora que estão fora do poder.

Do lado do presidente em exercício, é ele quem está no poder agora, tenho que partilhar com aliados em troca de apoio ao seu governo. Isso tudo tem reflexos na comissão do impeachment, que começou a fase que antecede a do julgamento: a de coleta de provas.

Prudente, o presidente da comissão, senador Caio Raimundo Lira, mudou de posição – optou por 15 dias de prazo para as alegações finais da acusação e da defesa. Isto abriu caminho para que fosse aprovado o cronograma de trabalhos da comissão do impeachment do Senado. 

Com este calendário de trabalho da comissão, passada esta fase atual e aprovada a pronuncia de Dilma Rousseff pela comissão e pelo Plenário do Senado, o julgamento do impeachment poderia ocorrer ainda no mês de agosto.

Há quem identifique a possibilidade de o julgamento pode ser feito ainda no mês de julho dependendo do número de testemunhas que serão efetivamente ouvidas.

Fonte: g1.globo.com