Publicado em 18/05/2017 as 11:00am

Base aliada quer renúncia de Temer

No entanto, parece que o presidente não cogita renunciar e a situação poderá ficar 'insustentável' no governo

Diversos grupos de parlamentares que fazem parte da base aliada do governo querem a renúncia do presidente Michel Temer. De acordo com o blog do Camarotti, do G1, o Planalto já foi avisado no fim da noite desta quarta-feira (17) sobre a posição dos aliados, após as denúncias do dono da JBS, Joesley Batista.

O Ministério Público recebeu a gravação de uma conversa entre o dono da JBS e Temer, na qual eles discutiram a compra do silêncio do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

No entanto, o presidente se reuniu com conselheiros políticos, na noite desta quarta, e afirmou que não tem disposição em renunciar. O peemedebista também argumenta que não discutiu, em nenhum momento, sobre o silêncio de Cunha.

Ainda de acordo com o blog, a base aliada quer que Temer dê sinalização rápida de solução para a crise política, através da renúncia. Caso isso não aconteça, haverá forte movimento por parte dos próprios aliados e isso poderá deixar a situação do presidente insustentável.

Fonte: noticiasaominuto.com.br