Publicado em 2/01/2018 as 6:00pm

Dois homens morrem eletrocutados ao desmontar palco usado em festa de réveillon em Brasília de Minas

Vítimas foram atingidas por uma descarga elétrica e morreram no local; um homem de 23 anos foi socorrido pelo Samu em estado grave.

Dois homens morrem eletrocutados ao desmontar palco usado em festa de réveillon em Brasília de Minas Incidente aconteceu na tarde desta segunda-feira (1) (Foto. Paulo Alfredo- Arquivo pessoal)

Dois homens, de 23 e 38 anos, morreram eletrocutados, na tarde desta segunda-feira (1), enquanto desmontavam um palco usado na festa de réveillon em Brasília de Minas, no Norte do estado. Uma peça metálica da cobertura do palco encostou na rede de alta tensão e, de acordo com o Samu, as vítimas sofreram uma descarga elétrica e morreram no local. Um outro rapaz de 23 anos, que também trabalhava no palco, foi socorrido em estado grave e encaminhado ao hospital municipal da cidade. Segundo a Unidade de Saúde, ele está estável e será encaminhado para a UTI.

Ainda segundo o Samu, os socorristas tiveram de esperar a Cemig desligar a rede para conseguir prestar os primeiros atendimentos aos dois homens que morreram. Em nota, a Cemig esclareceu que o local foi isolado e disse que aguarda a perícia para o fazer o restabelecimento total da energia da cidade, que foi interrompido por conta do incidente.

Vítimas foram socorridas pelo Samu (Foto Moises Rodrigues de Oliveira - Arquivo pessoal)

Por telefone, o Secretário de Cultura e Juventude, Ricardo Simões, informou ao G1que o trabalho de palco foi contratado por meio de processo licitatório e toda documentação necessária para a realização da festa foi providenciada, incluindo os laudos da engenharia civil e elétrica.

“Havia também autorização por parte do Corpo dos Bombeiros. Lamentamos imensamente o ocorrido e, independente da prefeitura não ter a responsabilidade jurídica sobre o fato, estamos prestando toda assistência necessária às famílias das vítimas”, disse. Cerca de 5 mil pessoas participaram da festa nesta madrugada.

O G1 não conseguiu falar com a empresa responsável pela montagem do palco. O Corpo de Bombeiros confirmou que o evento foi liberado e possuía laudo técnico emitido por um engenheiro responsável.

Fonte: Por Juliana Peixoto, G1 Grande Minas

Top News