Publicado em 4/12/2005 as 12:00am

Em NY, ator Paulo Betti fala sobre sucesso da novela Império

O ator participou em New York da cerimônia do Emmy Internacional 2015

Téo Pereira entrou para o hall dos personagens inesquecíveis de Paulo Betti. O ator participou em New York, no dia 23 de novembro da cerimônia do Emmy Internacional 2015 e prestigiar Império, que concorreu na categoria “Melhor Novela”. Betti conta que ainda é abordado por causa do blogueiro. “Esse papel é um dos mais importantes da minha carreira. Ele tinha uma importância dentro da novela porque atuava em todos os núcleos da trama. Ele era o escritor da história, alter ego do Aguinaldo (Silva, autor da novela)”, recorda o ator, que completa: "As pessoas ainda me falam do Téo Pereira. Então estou dando um tempo (nos trabalhos) agora porque tem que respeitar um pouco a história do personagem"

 

Como é estar aqui representando Império, uma novela que fez tanto sucesso no Brasil e onde você teve um personagem tão marcante?

‘Império’ foi um trabalho muito importante para mim. Há muito tempo eu não fazia uma novela que tivesse uma popularidade tão grande. Além disso, o Teodoro Pereira é um daqueles personagens que você guarda com carinho.  Poder estar aqui hoje e fazer parte dessa grande celebração é uma alegria muito grande.

E o Teo? Você fez grande sucesso como no papel de um jornalista homossexual, que o público adorou. Você acha que o estilo cômico do personagem ajudou a desmitificar tabus?

Ele foi polêmico sim. Por incrível que pareça, o preconceito ainda é grande e a homofobia existe em nossa sociedade. Eu acho que o Teo, de uma certa forma, mexeu naquela zona de conforto. Talvez esperavam que eu fizesse o personagem de uma forma mais discreta mas, pelo contrário, e o tornei um gay bem exagerado, né?

E você acha que o fato do Theo ter uma veia cômica, isso tenha ajudado na aceitação do público?

Acho que sim. Ele era muito solitário e não tinha motivos para ficar enrustido. Ele estava sempre dentro do seu espaço e era um gay bem “desmunhecado”, como eu me lembro de ter conhecido muitos. Mas isso cutuca um pouco sim. Agora, o Teo foi popular e acho que as pessoas gostaram dele.

Fonte: Crédito fotos: Globo/ Luiz C. Ribeiro