Publicado em 22/01/2008 as 12:00am

Apartamentos superlotados viram alvo de investigações

Uma das preocupações que têm tirado o sossego de grande parte das autoridades da cidade de Framingham ? Massachusetts e outras localidades onde a população imigrante é grande, está sendo a superlotação dos apartamentos.

 

Da redação

Uma das preocupações que têm tirado o sossego de grande parte das autoridades da cidade de Framingham ? Massachusetts e outras localidades onde a população imigrante é grande, está sendo a superlotação dos apartamentos. Conforme informações apresentadas em um relatório, esta semana, já foram encontradas mais de 20 pessoas morando em uma casa, a qual foi construída para no máximo 6 pessoas.

Esta preocupação começou a ficar mais evidente depois do incêndio acontecido em janeiro de 2007, em uma casa de propriedade do brasileiro Murilo da Silva. Após o incêndio ser controlado, os bombeiros encontraram mais de 17 camas no local. Assim como ele, outros proprietários estão aceitando números elevados de inquilinos, mesmo contrariando as leis.

Michael Foley´s, especialista no assunto, disse que existem muitos processos relatando este tipo de irregularidade e mesmo havendo um forte rigor na fiscalização, muitas pessoas passam por cima das leis e acabam permitindo que o número de moradores em um apartamento ultrapasse o permitido, "tudo pelo simples motivo de ganhar um pouco mais no aluguel".

Já o presidente do Selectmen (espécie de vereador), Dennis Giombetti, disse que a preocupação com este problema existe bem antes deste incêndio ocorrido em janeiro do ano passado. "O fogo apenas serviu para aumentar a atenção por parte das autoridades", explica salientando que o caminho a ser seguido "é identificar e saber como lidar com essa irregularidade".

Outro problema da superlotação é o trânsito nas imediações onde estão os apartamentos. Os moradores posuem seus veículos e acabam estacionando próximo onde moram e isso tem gerado dores de cabeças aos fiscais de trânsito.

Uma forte fiscalização começará em breve no sentido de identificar os apartamentos com superlotação e conseqüentemente eliminar o problema. Os inspetores estão distribuindo cartas entre os proprietários de imóveis na cidade de Framingham, solicitando autorização para que o local possa ser investigado "uma vez a cada cinco anos".

Foley disse que estão obtendo sucesso mas "que existe um longo caminho a ser percorrido".

Fonte: (metrowestdailynews)