Publicado em 24/01/2008 as 12:00am

Brasileiros usam "dumpster" irregularmente

Ele estão depositando geladeiras e televisores em local particular

Da redação

 O condomínio Meridian Place, localizado no 26 da Willis Street, em Framingham-Massachusetts, está virando palco de muitas denúncias. O motivo é que alguns antigos moradores estão usando, irregularmente, o local para despejar lixos, entre eles equipamentos eletrônicos e eletrodoméstico. Isso tem gerado uma despesa mensal de $ 3 mil, haja vista que a Cidade cobra para coletar estes materiais.

 O condomínio Meridian Place, localizado no 26 da Willis Street, em Framingham-Massachusetts, está virando palco de muitas denúncias. O motivo é que alguns antigos moradores estão usando, irregularmente, o local para despejar lixos, entre eles equipamentos eletrônicos e eletrodoméstico. Isso tem gerado uma despesa mensal de $ 3 mil, haja vista que a Cidade cobra para coletar estes materiais.

Em conversa por telefone, um dos responsáveis pelo condomínio, que pediu para não identificar seu nome, disse que "caso estas irregularidades continuem, será obrigado a colocar a polícia na história". Ele acrescenta que pretende resolver tudo da melhor forma possível, pois quer evitar que brasileiros sejam presos ou até mesmo deportados porque não querem pagar uma conta de 20 ou 30 dólares (valor cobrado para a coleta dos equipamentos em questão).

Segundo ele, existem 152 apartamentos no condomínio, dos quais 70% está ocupado por brasileiros. "Existem também alguns parentes de moradores que usam nossos dumpsters para depositar estes tipos de lixos", fala salientando que maioria deles fazem isso durante a noite, quando não há muita fiscalização.

Por enquanto, os responsáveis pelo local, tentarão resolver o problema conversando com quem está cometendo estas irregularidades e tentar convencê-los a fazer a coisa certa. "Mas caso não sejam ouvidos, a polícia certamente entrará no caso". Eles estão evitando ações mais drásticas em virtude de haver muitas famílias morando no prédio, as quais podem ser prejudicadas por imprudência de outros.

Fonte: (Brazilian Times)