Publicado em 6/02/2008 as 12:00am

Polícia de Framingham e a comunidade (II)

Damos continuidade as informações obtidas durante a última reunião com oficiais do Departamento de Polícia de Framingham com líderes da comunidade brasileira.

Continuação da edição passada!

Damos continuidade as informações obtidas durante a última reunião com oficiais do Departamento de Polícia de Framingham com líderes da comunidade brasileira.

Ilston Lisboa, Pablo Maya e Sidney Pires representaram o lado brasileiro da reunião. Também presente as brasileiras Rosângela Palms e Rosaly Silva. Os tenentes Paul Shastany e Steve Cronim representaram o lado policial. Presentes também as brasileiras, a repórter do Boston Globe, Tanya Perez-Brenan e sua fotógrafa. Representanto este jornal, Edirson Paiva.

Durante o "passeio" aos vários setores do Departamento de Polícia várias dúvidas surgiram e perguntas foram feitas pelos brasileiros presentes, Anotamos algumas que foram feitas e respondidas pelo tenente Steve Cronim.

Quem determina quando uma rua é mão ou contramão? A cidade ou prefeitura cuida desta parte.

Quem regula a velocidade na cidade? A determinação da velocidade na cidade é determinada, baseando-se em regulamentos básicos determinados por leis aprovadas, pela "Massachusetts Highway Authority".

Porque caminhões (trucks) são permitidos no centro da cidade? Os caminhões são os transportadores dos alimentos e demais necessidades do cidadão. Apesar dos danos que podem causar as ruas, bem como em estruturas como casas de edifícios fica difícil sua limitação. Sem os caminhões rodando numa cidade, seria a sua destruição.

Veículos com vidros escuros podem rodar em Framingham? Não é um problema da cidade, mas sim, do Estado. Em Massachusettes não é permitido carros com vidros escuros ou vidros fumês. Permite-se contudo uma obscuridade de até 32%.

E se o meu carro é registrado em outro Estado em que vidros escuros são permitidos? Você pode dirigir no Estado de Massachusetts por 30 dias somente. Após este período você pode ser detido por "tainted windows" ou vidros escuros. Exceções. Se você contudo for um investigar privado, ou por problemas de saúde, pode tirar a licença para operar com vidros escuros.

Porque é importante quando você for parado ter um recorde do acontecido? O tenente Cronim explicou que é importantíssimo, pois (ele falou hipoteticamente), se algum dia você for acusado de um crime, este recorde serve como seu alibi.

Um pergunta interessante feito por Pablo Maya em que ele especula uma situação: "estou dirigindo como numa fila de muitos carros, seguindo o fluxo, todos numa mesma velocidade e a polícia pede para acostar somente um carro. Por que disto?" Desde que não seja um ato discriminatório, pois, explica Cronim, um policial não consegue a não ser que esteja muito próximo, dizer se o motorista é por exemplo, brasileiro, hispano ou qualquer grupo étnico. E como ele é um só, e os carros são muitos! Ele precisa pegar alguém, não? Então se você foi o escolhido melhor estar com a documentação em dia, disse com ar de sorriso, o tenente Cronim.

Fomos levados para o setor de investigações criminais, ou "Lab Crime scene" onde o detetive Ted Piers falou com processa evidência. No local de um crime "scene crime" a coleta de dados para provas de evidência é feitos por peritos e os dados levados até o seu Departamento. Lá como especialista, analise as evidências, e no caso de "impressões digitais" ele faz a análise e manda o resultado para um centro de triagem, onde é verificado e atestado a validade da imprensão. A coleta de "cabelos e sangue" vai para outro departamento policial sob a orientação de especialistas do FBI. Seu departamento cuida em sua maior parte de coleta de impressões digitais. Existe todo um processo, inclusive maquinário apropriado e os detalhes ou maneiras de como proceder para coletar e revelar tal impressão. Todo o processo foi mostrado aos presentes, inclusive, o uso de "luz ultravioleta" que permite, uma vez no escuro, ver marcas, que a olho nu, não se consegue. Para exemplificar melhor, pegou um dos presentes, pediu para segura uma lata de Pepsi-Cola, e depois usando um processo químico, retirou da lata, as impressões da pessoa.

A precisão da impressão digítal está hoje limitada com o avanço da ciência na área do DNA, contudo ainda é muito precisa se a porcentagem de pontos básicos forem encontrados e comparados com do suspeito.

Também, o detetive Ted Piers, é responsável pelos candidatos que se aplicam para o uso de arma, ou seja, para o porte de arma, que aqui neste país é legal.

Pablo Maia se interessou, e curioso indagou: posso carregar um revólver na cintura se quiser? Sim! disse o tenente Shastany. E continuou: "mas primeiro você precisa passar por mim"! Sorrisos, de todos! E complementou: "Lógico, precisa-se preencher um formulário, tirar as impressões digitais aqui com o detetive Ted, e se aprovado, você receberá a sua autorização para o porte de arma".

Da redação: Na próxima edição,mais perguntas e respostas.

Fonte: (braziliantimes.com)