Publicado em 11/03/2008 as 12:00am

Brasileiros ganham atenção da mídia americana

Universidade americana contratou o repórter Eduardo de Oliveira para realizar coberturas especiais direcionadas aos imigrantes, na área de saúde

 

Elizaveth M. Simões

 

O Almoço promovido pela American Cancer Society uniu forças com o Center on Media and Society para divulgar os bons resultados da última campanha realizada contra o câncer. No mesmo dia, o editor Frank F. Herron comentou a relevância da participação das mídias imigrantes na propagação do tema saúde. Nessa sexta-feira, 08 de Março, imprensa e agentes de saúde estiveram juntos na University of Massachusetts, (UMASS), para apresentar pesquisas sobre o câncer e falar do desenvolvimento do centro de mídia e sociedade, cujo foco é alcançar as etnias distribuídas no estado de Massachusetts.

Eduardo A. de Oliveira, foi voluntário durante três anos da organização, New England Ethnic Newswire, (NEWz). Ele traduzia textos para a língua inglesa, referente às notícias e reportagens que veiculavam nas mídias brasileiras. Mas, após uma longa coletânea dessas manchetes, Eduardo foi reconhecido pelo trabalho solidário e hoje integra o grupo, na posição de repórter de saúde. "O projeto foi idealizado por Ellen Hume para integrar as comunidades e assegurar que atingimos as minorias", disse Eduardo.

Desta vez, o repórter irá aproximar-se das entidades de tratamento e dos falantes da língua portuguesa para apurar as suas necessidades, ou mesmo analisar os progressos alcançados. O projeto que Eduardo executará tem a finalidade de publicar matérias que deverão ser distribuídas aos meios de comunicação de massa locais. Os objetivo da NEWz é disseminar campanhas de prevenção, além de orientações e descobertas ciêntificas que agreguem valor ao bem estar social dos imigrantes.

Fonte: (Brazilian Times)