Publicado em 13/03/2008 as 12:00am

Taxas de financiamento de casa própria afetadas pelo pacote econômico

Gestor avalia mercado imobiliário e comenta seu parecer, "Esperar para comprar a casa própria pode não valer a pena"

Da Redação

 

Márcio de Jesus, experiente gestor no mercado imobiliário norte-americano, encoraja os investidores a enfrentarem a tormenta das especulações financeiras e estimula a compra de imóveis. "Devemos repensar a recessão; os maiores envolvidos nessa fase foram afetados pelo uso inadequado do crédito adquirido, e sem a devida orientação profissional. Antes de aventurar-se à uma compra é necessário estudar as condições contratuais, bem como o seu próprio real poder aquisitivo".

Iniciando esses simples passos, Márcio continuou com a sua recomendação: "Se por um lado esse pessimismo é provocado por quem precisa vender ou renegociar parcelas, (penalizados pela desvalorização do bem). Por outro, isso representa ótima oportunidade de compra. A decisão deve ser programada imediatamente, antes do aquecimento econômico, e principalmente, antes da nova valorização dos imóveis.", sugeriu Márcio.

Depois de ponderar a queda dos preços, Márcio usou a célebre frase de John D. Rockefeller para exemplificar o proveito da situação, "A forma de fazer dinheiro é comprar quando o sangue está correndo nas ruas". A instrução do gestor é comprar agora, tirando vantagem de preços baixos para formar a carteira de propriedades.

Deve-se aguardar a reversão do mercado e no momento certo inverter os papéis novamente para lucrar com a nova perspectiva de venda que será favorecida pela intervenção política. "O investidor deve concientizar-se da inevitável subida nas taxas de juros, isso irá anular as vantagens atuais", disse Márcio.

Apoiando-se na afirmação do economista Jim Svinth,  "A mesma coisa que vai fazer parar a queda dos preços, é a mesma coisa que elevará as taxas de financiamento",  o gestor completou o seu raciocínio, "Qualquer medida que faça cair os preços das casas será compensada pelo aumento dos custos de financiamento. Os riscos sempre existirão, mas é exatamente nesse ponto que devemos estudar sobre obter lucro a longo prazo. Depois disso, é só cruzar os dedos e torcer".

 

Márcio administra a MJ Mortgage, que fica localizada na 516 da Broadway (RT 99), em Everett, MA 02149

Para mais informações ligar para 617 - 908 8195

A MJ Mortgage financia 100% do valor correspondente ao imóvel, e aplica juros à partir de 1%. Além de possuir planos de até 30 anos com parcelas fixas.

 

- Dicas do gestor Márcio de Jesus

 

Entenda como o mercado imobiliário funciona

"Pense em uma típica casa à venda por $218,900.00.

Você paga como entrada 20% e financia o saldo devedor a juros de 5,5% fixos por 30 anos.

Mensalmente teremos uma prestação de $994,31.

Diremos que 12 meses, à partir de agora, a mesma casa desvalorize 10%, ou seja $197,010.00.

Mas até lá, a recessão fez com que o Banco Central aumentasse as taxas de juros para conter a inflação.

Se os custos deste financiamento subirem apenas meio porcento, isto é, para 6%, o pagamento mensal seria de $994,94 e você poderia ter economizado absolutamente nada.

Entretanto, os preços das casas poderão estar estáveis e os vendedores poderão tornar-se menos dispostos a negociar. E você tem gasto um ano inteiro vivendo em algum lugar que você preferiria não estar."

Aposte no futuro mas Compre agora  

"Está na hora de pensar nisso mais seriamente - antes que uma inevitável subida nas taxas de juros anulem as suas vantagens.

Mas digamos que você está emocionalmente preparado para ser um "homeowner", proprietário de casa.

Você tem bom crédito, plano de permanecer nela por uns cinco anos, e esta aguardando a oportunidade perfeita.

Qual é a sua?"

Fonte: (Brazilian Times)