Publicado em 13/04/2008 as 12:00am

Brasileira nega ter sido estrangulada

Rosana procurou a redação do BT para esclarecer o fato

Da redação

 

A cabeleireira Rosana Colares, 38 anos, esteve procurando a redação do jornal Brazilian Times para explicar a matéria publicada na edição de quarta-feira (09) deste noticioso, a qual relatava que seu marido Edson da Costa, 42, teria a agredido e a estrangulado devido à uma discussação doméstica.

Segundo ela, que é natural de Conselheiro Pena, "realmente os dois discutiram, mas não houve agressão conforme o relato do jornal. Seguindo em seu relato, a brasileira conta que ele apenas a ameaçou mas não a agrediu. No boletim de ocorrência do Departamento da Polícia de Framingham-Massachusetts (www.framinghampd.org) consta que Edson foi preso por agressão doméstica conforme texto extraído do site (0802616 - 14:57 - ARREST: DACOSTA, EDSON L 11 WELD ST, APT 7 FRAMINGHAM, MA, DOB:08/20/65 Arrested@ APT 7 for DOMESTIC-ASSAULT/BAT C265)

Rosana confirma que seu marido estava bebendo e que realmente foi preso, "mas que foi liberado duas horas depois". Ela salienta que ele não a agrediu e que não houve nenhum extrangulamento conforme as notícias veinculadas em jornais brasileiros e norte-americanos.

O casal tem dois filhos e vive na cidade de Framingham e está nos Estados Unidos há cinco anos. Rosana trabalha como cabeleireira e Edson em uma companhia de pintura. Os dois estão em clima de harmonia e, por telefone, contaram que o caso foi apenas um "deslize que pode acontecer na vida de qualquer pessoa".

Fonte: (Brazilian Times)