Publicado em 22/04/2008 as 12:00am

Exposição mostra "mapa vivo" da região

Em tempos de muita discussão sobre sustentabilidade e mudanças climáticas - sem falar em desmatamento - a Amazônia vira tema de um evento especial, realizado em Nova York, que vai dar ainda maior visibilidade à maior floresta tropical do mundo, mostrando

Em tempos de muita discussão sobre sustentabilidade e mudanças climáticas - sem falar em desmatamento - a Amazônia vira tema de um evento especial, realizado em Nova York, que vai dar ainda maior visibilidade à maior floresta tropical do mundo, mostrando como as mudanças climáticas podem afetá-la

Trata-se da exposição "Amazônia Brasil New York City 2008", que está tomandoconta da cidade desde o dia 17 de abril e segue até 13 de julho. Espalhada por 11 pontos da Big Apple, a mostra deve receber a visita de cerca de 400 mil pessoas e contará com a participação de músicos e artesãos brasileiros. Fazem parte do programa o Festival de cinema no Smithsonian Institute, além de uma exposição com produtos típicos da região amazônica (Amazônia Design, Moda e Ecomercado) - no World Financial Center e de palestras e apresentações de teatro infantil no Central Park.

Um dos pontos altos da mostra será o "Mapa vivo da Amazônia", uma recriação do ambiente amazônico em plena Nova York. Nessa atração no South Street Seaport, no Pier 17, em Manhattan, o público pode caminhar por uma mega instalação que contou com a recriação de pontos geográficos, cidades e casas da Amazônia, tudo isso enquanto escuta sons emitidos por animais da região.

A sede da ONU - Organização das Nações Unidas será outro espaço especial para a mostra. Lá será possível ver como as mudanças climáticas podem afetar a maior floresta tropical do mundo e ainda será realizada a "Conferência das Nações Unidas sobre o Aquecimento Global e os Impactos das Mudanças Climáticas na Amazônia".

A exposição "Amazônia Brasil" chegará, assim, à sua oitava edição. Ela já passou pelo Rio de Janeiro e Paris e é uma iniciativa do Projeto Saúde e Alegria e Grupo de Trabalho Amazônico - GTA, que representa mais de 600 entidades da Amazônia brasileira.

Durante a mostra haverá um espaço permanente para apresentações de pequeno porte com artistas brasileiros (artísticos, musicais, dramáticos, performáticos, etc.). No site da embaixada brasileira em Nova York é possível fazer sua inscrição para participar desse evento.

Fonte: (G1)