Publicado em 28/04/2008 as 12:00am

Brasileiro é acusado de assédio sexual em Woburn

A promotoria requeriu que ele permanecesse afastado de crianças

Da redação

 

Marcelo Menezes, de 33 anos, é acusado de agredir e abusar sexualmente de uma criança. A Suprema corte de Middlesex em Woburn-Massachusetts ordenou, na quinta-feira (24), que ele, morador de Holliston-MA, entregasse o seu passaporte e que se mantivesse distante de crianças.

Menezes declarou ser inocente das acusações. Segundo o relato na corte, ele teria usado uma arma para machucar violentamente uma criança, de menos de 14 anos de idade. A promotoria não solicitou o pagamento de fiança e também não apresentou o resumo do caso.

Katelyn Draper, promotora, requisitou que Menezes só fosse libertado com determinadas condições, incluindo a restrição de aproximar-se de crianças menores de 16 anos. O passaporte de Menezes foi enviado para o departamento de liberdade condicional e ele também deverá manter-se afastado da vítima.    

O advogado de Menezes, Ronald A. Ilg, não recusou as condições impostas. Depois de ouvir o pronunciamento da promotoria, Ilg disse estar confiante no sistema de justiça e que o seu cliente era inocente. "Nós negamos as alegações e contamos com o resultado favorável nesse caso", falou o advogado.

A imprensa não pode obter mais detalhes do processo, por causa do envolvimento da vítma, menor de idade. "Por essa razão, as informações só estarão disponíveis durante as audiências na corte", disse o porta-voz do escritório da Middlesex.

Menezes deverá retornar à corte no dia 10 de Junho para o pré-julgamento.  

Fonte: (metrowestdailynews)