Publicado em 28/04/2008 as 12:00am

Transportadora causa transtornos a clientes

Brasileiros que enviaram caixas e mudanças aguardam uma solução para resgatarem os seus bens

Elizabeth M. Simões

 

O jornal Brazilian Times recebeu ligações de clientes da transportadora Alexing Moving denunciando sumiços e saques de caixas enviadas por essa companhia de envio de cargas. Segundo a baby sister, Irene Garcia, residente em Montvernon-New Jersey, a Alexing Moving havia justificado a lentidão na entrega porque as caixas que deveriam ter chegado ao Brasil foram extraviadas e recebidas no Japão. Após muitas ligações, Irene soube que uma distribuidora no Brasil detinha as caixas em função de desacordos com a Alexing Moving.

Luciano C. Campos, diretor da Alexing Moving, reconheceu que teve problemas com a empresa contratada para fazer a distribuição no Brasil. Campos disse que, "as caixas já estão em posse da Alexing e que brevemente serão entregues", no entanto não determinou um prazo para o recebimento das encomendas que foram enviadas desde Agosto de 2007.

O diretor disse ainda, "Agora, nós estamos com recursos humanos e depósito próprios, para evitar este contratempo no futuro", ele garantiu ao BT que todos os clientes que enviaram as suas mudanças serão atendidos da melhor maneira, e que resolveria o problema de cada um.       

Outro cliente, Jaconias Moreira, mandou uma mudança inteira dentro dos EUA e após mais de seis meses de espera, a carga também não chegou ao destino em Goosecrek, no Sul da Carolina, "Preenchi todos os papéis da mudança corretamente, entreguei todas as notas, fiz tudo previsto na lei e nas regras da Receita Federal. Perdi horas de trabalho para que a minha mudança chegasse com segurança e mesmo com todos os cuidados, parte dos meus pertences desapareceram. Os objetos de maior valor foram retirados da mudança e funcionários da empresa dizem que a responsabilidade não é deles. A minha televisão de plasma e o meu sofá de couro, novos, custaram caro e eu não recebi a indenização pelo extravio deles", queixou-se Jaconias.

A Alexin Moving propôs indenizá-lo com descontos na contratação do envio de outra mudança, "Eles ainda esperam que eu volte a usar os serviços deles. Isso não é indenização, quero as minhas coisas de volta, é só isso.", desabafou Jaconias.

Fonte: (Brazilian Times)