Publicado em 4/05/2008 as 12:00am

Wizard realiza convenção em Boston

Escola de idiomas lança livro de inglês para hispanos e abre salas de aula para ensinar português

Da redação

 

Aconteceu no mês passado (dia 9), em Boston-Massachusetts, a convenção anual dos franqueados da rede de idiomas Wizard. A empresária Andrea Neves, diretora da franquia de Framingham, esteve presente e disse que o evento serviu para dar mais um passo vitorioso do grupo. "Nós lançamos a cartilha de inglês para hispanos", explica.

Além dos franqueados de Boston, este participando da convenção, o presidente da rede, Carlos Martins, que teceu comentários sobre o bom andamento das escolas da Wizard na região da Nova Inglaterra. "Temos contribuido para ensinar muitos brasileiros a aprender inglês e desta forma se lançarem no mercado de trabalho norte-americano com mais vontade", fala.

Para ele, este sucesso se deve ao programa de ensino da Wizard aliado à competência dos professores e diretores que buscam fazer o melhor para seus alunos. Durante a convenção, também foram abordados temas relacionados à projetos da rede e as recentes aquisições de outras escolas, no Brasil, entre elas, Skill e Alpha. "Estaremos abrindo escolas no México e já estamos presentes em 4 continentes", conclui.

 

EXCURSÃO

As escolas da Wizard, buscando integrar seus alunos com a comunidade norte-americana, realizam excursões pelo país. Desta vez, o grupo estará indo para a cidade de New York, dia 25 deste mês, onde os participantes conhecerão a Estátua da Liberdade, o memorial ao World Trade Center, a popular Times Square, o concorrido Rockfeller Center e a magia do Central Park.

Qualquer pessoa pode participar desta excursão, independente se é aluno ou não da Wizard. Os interessados podem ligar para o telefone (508) 872-1800.

 

AULAS DE PORTUGUÊS

Preocupados em oferecer para os filhos de brasileiros que nascem nos Estados Unidos, uma opção de aproximá-los da cultura do Brasil, a Wizard de Framingham abriu salas de aulas que ensina o português.

Segundo Andrea, este foi um passo muito importante dado pela escola, pois está proporcionando que "nossos brasileirinhos aprendam a falar o português de maneira correta e não tenham apenas o inglês como idioma".

Fonte: (Brazilian Times)