Publicado em 20/05/2008 as 12:00am

Senador Edward Kennedy tem tumor maligno no cérebro

Ele é um dos mais importantes nome da política norte-americana

O senador democrata americano Edward "Ted" Kennedy, de 76 anos, internado às pressas desde sábado (17) em Boston, após passar mal, tem um tumor maligno no cérebro.

Segundo os médicos do senador por Massachusetts, os exames preliminares apontam para tumor cerebral maligno no lóbulo parietal esquerdo.

Edward Kennedy deve ficar no hospital por mais dois dias, segundo os médicos, que ainda disseram que o político está "bem e cheio de energia".

Eleito senador pela primeira vez em 1962 por Massachusetts, Ted Kennedy ostenta o segundo lugar em permanência na Câmara Alta, com 45 anos no exercício desse cargo, após Robert Byrd, pela Virgínia Ocidental.

Ted é o último irmão vivo do ex-presidente John Kennedy, assassinado em 22 de novembro de 1963. Outro de seus irmãos, o senador Robert Kennedy, foi assassinado em 5 de junho de 1968, quando fazia campanha para a eleição presidencial.

Ted Kennedy, que tem forte influência no Partido Democrata e no Congresso, é um crítico feroz do presidente George W. Bush e apóia o pré-candidato Barack Obama.

"Estive em contato com a família. Obviamente, estão em nossos pensamentos e orações", declarou Obama, ao ser informado da situação de Kennedy.

 

Repercussão

O presidente americano, George W. Bush, se disse nesta terça-feira "profundamente entristecido" com a notícia do tumor, informou a Casa Branca. Bush disse que "rezará pelo senador Kennedy", frisou à agência de notícias France Presse uma porta-voz da Casa Branca, Emily Lawrimore. (fonte: G1)

Fonte: (Brazilian Times)