Publicado em 27/05/2008 as 12:00am

Curso gratuito para prova de cidadania

A partir de agora, os brasileiros que vivem na Flórida, e têm condições legais para requerer a cidadania norte-americana, podem contar com um curso preparatório gratuito para a prova de cidadania.

A partir de agora, os brasileiros que vivem na Flórida, e têm condições legais para requerer a cidadania norte-americana, podem contar com um curso preparatório gratuito para a prova de cidadania. O curso é oferecido pelo escritório de advocacia Shayne Epstein, localizado em Pompano Beach, e não é necessário ser cliente do escritório para participar do curso.

Com a elevação da taxa para solitiação de cidadania norte-americana para $600, os organizadores do curso, idealizado pelo advogado Shayne Epstein, acreditam que haverá grande demanda, uma vez que, a cada reprovação, é necessário pagar nova taxa para realizar outra prova.

A responsável pelas aulas é a professora brasileira Maria Alice da Silva. O curso tem duração aproximada de dois meses, e é ministrado em inglês. As aulas são oferecidas em inglês, uma vez que o exame é em inglês, mas se alguém necessitar de ajuda extra com o idioma, as explicações podem ser dadas em português, ou espanhol", segundo informa a professora.

Segundo a paralegal e contadora Carolina Lima, encarregada da divulgação do curso, não importa o grau de escolaridade do aluno. "Isso não é importante porque se a pessoa necessitar praticar o inglês na parte oral, ou escrita, vamos ajudar também", acrescenta ela, lembrando que todo o material utilizado é oficial, fornecido pelo Departamento de Imigração. O curso, segundo ela, aborda todo o programa fornecido na própria página da Imigração na internet.

- Pela nossa experiência, as maiories dificuldades dos brasileiros são o idioma inglês e a ansiedade. Por isso, preparamos bem o material, temos vídeos de entrevistas reais, de forma que o candidato saiba o que esperar no dia da prova", explica Lima. Ela diz que a melhor dica para quem vai fazer a prova é estudar bastante as questões de história americana, civismo e governo. "São 100 questões, você nunca sabe quais questões vão lhe perguntar", acrescenta.

Na avaliação de Lima, a melhor maneira de combater o nervosismo é estar bem preparado. "O que, em geral, mais assusta os candidatos são o número de questões, a insegurança quanto ao domínio do idioma inglês e a presença do próprio oficial de Imigração que conduz a entrevista. Com uma boa preparação, tudo isso é minimizado, ou eliminado. É isso que pretendemos fazer com que aconteça com todos os que nos procuram", finaliza Lima.
As aulas acontecem das 5 às 6 da tarde, todas as quintas-feiras. Quem estiver interessado em participar do curso, basta ligar para o Law Office of Shayne Epstein: (954) 781-1994.

Experiência
O brasileiro Duno Passeto foi aprovado, na semana passada, na prova de cidadania. Ele confessa que também sentiu aquele friozinho na barriga e nervosismo que são característicos dos momentos que fazem diferença na vida de cada um. Embora tenha achado a prova fácil, Passeto lamenta que não tenha encontrado a tempo o curso do escritório Shayne Epstein. "Acho a iniciativa espetacular. Procurei por um curso assim. Estudei, sozinho, durante três meses, mas você se sente desamparado. Acho a idéia do curso maravilhosa. Quem puder fazer, faça", sugeriu Passeto.

A experiência dele, no entanto, foi um pouco diferente da maioria. "Como tenho mais de 15 anos de green card e mais de 55 anos de idade, fiquei isento da prova escrita, e também me ofereceram fazer a prova oral em português, espanhol ou inglês, conforme a minha preferência", contou Passeto.
Ele explicou que respondeu a seis perguntas, oralmente. "Me perguntaram coisas como, por exemplo, o que queriam dizer as 13 faixas da bandeira, que são as 13 colônias e quantas vezes um senador pode ser eleito nos EUA que, na verdade, não exis-te limite", lembrou Passeto, que recebeu sua aprovação na hora, e agora aguardará, em casa, o comunicado para comparecer à audiência de juramento à bandeira.

No ano fiscal de 2007, o United States Citizenship and Immigration Services (Serviço de Imigração e Cidadania dos Estados Unidos) concedeu cidadania a mais de 650 mil imigrantes, em todo o País. Na quarta (28) e quinta-feira(29), acontecem mais cinco cerimônias de naturalização, que concederão cidadania a 15 mil novos cidadãos norte-americanos. As cerimônias serão realizadas no Miami Beach Convention Center, em Miami Beach.

Fonte: (Por: Letícia Kfuri ? gazetanews.com)