Publicado em 7/06/2008 as 12:00am

Terceirizar renovação de passaporte causa transtornos

"O meio mais seguro é renovar procurando o Consulado", salienta o conselheiro Fernando Igreja

Elizabeth M. Simões

 

O carpinteiro Douglas Andrade, 38 anos, denunciou ao jornal Brazilian Times que a loja Mania Celular, da cidade de Malden-Massachusetts, cobrou 150 dólares para renovar o seu passaporte, mas não obteve o serviço. Mesmo após reclamar e solicitar o documento de volta, ele não obteve êxito e nenhuma explicação foi dada em relação à demora.

Após 90 dias de espera, Douglas disse que a loja cobrou uma taxa extra de $50 dólares para entregá-lo e estendeu o prazo combinado, que era de duas semanas, para quatro. "Eu não podia interromper o meu trabalho para ir ao consulado e achei melhor contratar os serviços da loja para poupar tempo na renovação", justificou Douglas, sobre a necessidade de recorrer à ajuda de particulares.

Na mesma situação está pintor Flávio Nunes, 31 anos, que, também solicitou este tipo de serviço e enfrenta um problema semelhante. Os dois entregaram o documento no mesmo dia e aguardam alguma solução "ou pelo menos uma resposta da loja em questão".

A equipe de reportagem do Brazilian Times, tentou entrar em contato com a direção da loja Mania Celular, mas conseguiu apenas falar com a atendente, a qual preferiu não identificar-se. Ela confirmou que os dois brasileiros solicitaram os serviços do estabelecimento e que "já foram notificados de que os documentos serão entregues no dia 13 de março".

Quanto à lentidão neste processo, ela não soube explicar mas forneceu alguns telefones de contato da proprietária, mas em nenhum deles foi obtido êxito. Mesmo sendo deixado um recado na caixa postal, não houve retorno da ligação para que a denúncia pudesse ser esclarecida.

No consulado, o conselheiro Fernando Igreja orientou que a renovação de passaportes é rápida e o documento fica pronto no mesmo dia. Ele comentou que casos como esses, em que o cidadão não possui tempo hábil para ir ao consulado, podem ser resolvidos com segurança e agilidade através do correio.

Uma descrição passo a passo bem simplificada está a disposição no web site www.consulatebrazil.org. "O ideal é vir ao consulado ou mandar uma carta registrada, para evitar o extravio da correspondência. O passaporte será devolvido pelo correio em até seis dias úteis. É importante ressaltar que o consulado é o único que realmente providencia a confecção dele. Lojas e pessoas que se oferecem para fazer a renovação, prestam-se a despachantes. É perigoso entregá-lo nas mãos de qualquer pessoa", fala Igreja.

Recentemente, Flávio teve que apresentar-se numa acariação e foi impedido de chegar ao departamento de Justiça por não portar nenhum documento. Além do passaporte, a loja ainda ficou com os originais do RG e de sua Habilitação Internacional, as únicas identificações que lhe restavam.

Ele explica que, "depois de muita reclamação consegui fazer com que a loja devolvesse os meus documentos". Agora tanto Flávio, quanto Douglas, aguardam a devolução dos passaportes.

Fonte: (Brazilian Times)