Publicado em 10/06/2008 as 12:00am

Brasileiros abrem o coração e contam sobre o amor à distância

Eles celebram Dia dos Namorados longe de seus amores

Da Redação

 

Conforme o calendário brasileiro, na quinta-feira (12), comemora-se o "Dia dos Namorados", e como a cultura nacional valoriza a expressão de carinho e romantismo, esse é o dia certo para reforçar os sentimentos pelo comapanheiro(a). O Brazilian Times entrevistou alguns imigrantes para saber se esses costumes da ocasião resistem a separação de quem deixou um amor no Brasil.

 

Será que a distância cria fantasias sobre o amor? ? No mês de Abril, enquanto Mário Souza visitava a família em Recife, ele conheceu a Pernambucana Fabiana Tobias, os dois apaixonaram-se e passaram quase trinta dias fazendo juras de amor. Antes de voltar para Boston, Mário viajou para Argentina com Fabiana e depois de mais um passeio romântico por Buenos Aires, ela prometeu pedir transferência de sua empresa para os EUA para enfim, encontrar-se com Mário, justamente em Junho,  mês dos namorados.

Mas, embora a história pareça ter um final feliz, Mário confessou, "Acho que as coisas já esfriaram desde a nossa despedida, talvez eu não sinta mais o mesmo interesse por ela. Na verdade, estou com medo de ter influenciado Fabiana numa decisão tão séria como essa - Mudar de país - Estou com medo de assumir essa responsabilidade, pois quando ela chegar, eu serei a sua referência e tanto os meus amigos quanto os ambientes que eu frequento passaram a ser o lugar que ela se sentirá segura. Com isso eu não terei mais a minha privacidade. Essa dependência me assusta um pouco, não sei se o nosso relacionamento realmente será o mesmo daqui em diante.", disse Mário.

Mesmo inseguro, ele disse que ligará para Fabiana no dia dos namorados, "Não mandarei presente porque ela não terá tempo para recebê-lo, no dia 22 ela chegará à Boston", concluiu.

 

Idas e Vindas, isso pode manter um relacionamento? ? Eliane Vianna viveu uma relação estável e feliz com o seu namorado João Bora, até que um ano depois a permissão de trabalho dele chegou ao fim. Com medo de distanciar-se definitivamente do namorado ela propôs casamento, "Não é que eu quisesse casar, mas tinha a cidadania e já estavamos mesmo planejando morar juntos. O incrível é que tudo o que era natural entre nós dois ficou soando como um acordo. Ele não aceitou e duas semanas antes de voltar para São José dos Campos decidiu terminar o namoro".

Quando ele chegou ao Brasil mandou dezenas de e-mail's para Eliane e declarou-se arrependido, "Ele disse que sentia a minha falta e que viria para Somerville apenas para ficar comigo.", contou.

Bora cumpriu o prometido, já veio cinco vezes. Os dois nunca mais mencionaram casamento, mas mantém um namoro por correspondência, "Neste dia dos namorados ele receberá uma fotografia e um coração de pelúcia. Espero que chegue na data certa.", disse a apaixonada Eliane.

Fonte: (Brazilian Times)