Publicado em 12/06/2008 as 12:00am

Batida do ICE na "Portelinha" de Newport

Caçadores de imigrantes perseguem brasileiros

Condomínios residenciais, estabelecimentos comerciais, escolas e outros lugares públicos foram alvos de operações do ICE. O populoso Middletown, condomínio apelidado de "Portelinha" por causa do número de brasileiros que residem no local esteve na mira dos policiais

 

Por Elizabeth M. Simões

 

Moradores de Newport-Rodhe Island, foram surpreendidos na quarta-feira (12), por uma operação policial em busca de imigrantes ilegais. No dia consecutivo (13), a cidade ainda esteve sob a investigação do Immigration and Customs Enforcement (ICE) que vasculhou os apartamentos dos prédios que fazem parte do antigo complexo, Middletown, pertencente a Navy (Marinha norte-americana), e que atualmente é chamado de "Portelinha", pelos brasileiros que vivem e conhecem o condomínio.

Testemunhas (que nesta reportagem serão referidas apenas com as iniciais do nome), descreveram que alguns apartamentos foram arrombados e outros foram abertos com chaves reservas. "Eles não tinham mandado de busca para fazer isso. Um casal de amigos disse que eles usaram até o computador da família sem permissão.", disse TL. da Pastoral de Newport, que ajudou dez brasileiros indocumentados à deixarem a região.

O comércio que estava comemorando a alta temporada, devido ao crescimento do turismo no verão, foi prejudicado com a força tarefa,  "Um dos restaurantes brasileiros teve que fechar as portas, pois 23 funcionários eram brasileiros e provavelmente não voltarão ao trabalho, aterrorizados com a possibilidade de serem retidos pela polícia. É notório que a mão de obra brasileira ficará escassa e deixará os comerciantes inconsoláveis.", disse TL.

Segundo outra testemunha, AD, os imigrantes foram tratados com hostilidade, "Eles jogaram um adolescente no chão e mandaram ele calar a boca", disse. Os policiais também estiveram no condomínio Little Port Green e até mesmo nas escolas Rogers e Thomposon, (High School). "Um jovem de dezesseis anos de idade fugiu pelos fundos da escola, mas não pode voltar para casa, porque simultaneamente os pais dele foram presos em outra batida do ICE. Nunca tinha presenciado isso nos meus quinze anos de EUA", desabafou TL. "Há duas semanas atrás o Governador de Rhode Island, Donald L. Carcieri disse para as emissoras locais de TV que os imigrantes eram responsáveis pelo desemprego dos norte-americanos. E tomaria medidas contra a imigração ilegal.", concluiu.

 

Sobre as prisões - Em contato com Paula Grenier, Relações Públicas do ICE, ela respondeu em nota ao jornal Brazilian Times: 

Na operação, o ICE prendeu 42 imigrantes fugitivos e criminosos. Nosso procedimento foi adotado conforme a determinação da lei de deportação assinada pela equipe operacional do ICE de Rhode Island.

O foco estava concentrado na localização desses fugitivos da cidade de Newport e Middletonw, e foi planejado para uma ação que levaria 2 dias. "O ICE tem a tarefa de restaurar a integridade do sistema de imigração, e o caminho para assegurar isso é  cumprir com as ordens já expedidas", diz Bruce E. Chadbourne, diretor do Escritório de Retirada e Detenção do  ICE, em Boston. "Os EUA tem leis de boas vindas para imigrantes, mas não aceita forasteiros nacionais que violam a lei e cometem crimes contra as nossas comunidades, estes não podem permanecer no país. Resta ao ICE usar todos os recursos disponíveis para removê-los.", acrescentou.

Entre os presos, 21 eram imigrantes fugitivos. Os oficiais também detiveram 12 indivíduos que já haviam sido advertidos anteriormente por entrar ilegalmente nos EUA e mais 9 ilegais, por outras razões.

Segundo o ICE, são considerados fugitivos aqueles que ignoraram a ordem final de deportação. Só no mês de maio, a equipe de controle de fugitivos do ICE prendeu mais de 3.400 imigrantes ao redor do país. Deste número, 164 foram detidos em operações realizadas em New England.

Essa equipe, referente a última operação, foi iniciada em Rhode Island, em Junho de 2007. Ela representa um dos quatro times que foram criados pelo departamento regional de Boston e contribuiu já com mais de 1.283 prisões em New England, até o momento. Como resultado foram capturados 992 fugitivos e 130 criminosos.

O Programa estabeleceu-se em 2003 e tinha como meta eliminar o excedente de fugitivos. Atualmente, o ICE possui 84 equipes distribuídas ao redor do país e ainda serão adicionados mais 20 delas até o final de Setembro.

Em 2006 foram feitas 15.000 prisões - Sendo que, em 2007 o número dobrou para 30.000. Esse foi o primeiro declínio de fugitivos na história dos EUA e continuará a decrescer, de acordo com os planos do ICE. As estimativas agora acusam uma redução de 572.000 para aproximadamente 23.000 (fugitivos e criminosos), desde Outubro de 2007.

A estratégia ainda prevê o controle adicional de modernização das fronteiras e reengenharia das detenções, além da agilização no sistema de deportação dos ilegais.

As prisões realizadas nessa operação representam a detenção de imigrantes vindos do Brasil, Guatemala e do México.

Durante as ações, o ICE foi assistido pelo departamento de Polícia de Rhode Island, do United States Marshals Service, do Bristol County-MA Sheriff's e do Bureau of Diplomatic Security.

Fonte: (Brazilian Times)