Publicado em 15/07/2008 as 12:00am

Pantanal surge como nova opção em culinária na cidade de Everett

Um novo restaurante, um novo conceito

"Se no restaurante existe uma pirâmide hierárquica, o cliente está no topo dela". É com tal pensamento,que o empresário Sandoval Pereira, ou apenas Sam, como é chamado pelos amigos, inaugurará em breve um suntuoso espaço gastronômico. O Pantanal Restaurante, situado no 158 da Broadway em Everett,  surge com diversificadas opções culinárias (cozinha norte-americana, brasileira, francesa e italiana), propondo ser ímpar, desde o atendimento até a variedade do menu.  "É desta forma que queremos nosso restaurante. Atendendo todos os gostos dos nossos clientes, seja ele de alto padrão gastronômico ou um buffet self service". Para Sandoval porém, seria imprescindível a opção por um serviço de alta qualidade, o que resultou nas primeiras medidas a serem tomadas: a contratação de dos renomados profissionais, um chef e uma bartender, ambos diplomados e licenciados em suas especialidades, com experiência no ramo, além de oferecer algumas opcões do cardápio à la carte com atendimento direto pelo chefe de cozinha, que se encarregara de assessorar o cliente na escolha do seu pedido.

São eles, o Chefe Alexander Alvarenga, natural do Rio de Janeiro, com 17 anos dedicados à gastronomia (15 deles nos EUA), e a bela Bartender norte-americana Alison Siccone,  com 15 anos de experiência.

O Restaurante Pantanal carrega a idéia de que o consumidor deve valorizar mais a hora de comer e fazer disso, um momento além do simples ato de se alimentar. "Algumas pessoas pensam, muitas vezes, que aquela meia hora do almoço é um tempo importante que está sendo perdido. Na realidade este tempo 'e um investimento em saude e um excelente momento para reflexao, explica Sandoval.

"Queremos que, mais do que almocar e jantar, as pessoas passem bons momentos em nosso restaurante e loundge, continua o empresário, que ainda adianta, fará do lugar uma opção de eventos culturais,e transmitirá jogos de "football, soccer and baiseball".

O conceito de atender à necessidade do cliente estende-se ao fato de que "o prato deve se adequar àquilo que o cliente deseja. Se o cliente quiser um prato ecológico, ele terá um prato ecológico por exemplo", brinca Sandoval.

 

O militar que foi da química para a gastronomia

Há 11 anos morando nos Estados Unidos, o capixaba Sandoval Pereira é protagonista de uma trajetória curiosa, digna de um livro. Militar por 10 anos e  formado em Química pela Universidade de Vila Velha-Espírito Santo, o atual empresário passou por 28 cursos de aprimoramento técnico, que vão desde mergulho a área de controle de qualidade, e afirma que foi toda essa experiência "diversa" que causou despertou nele a vontade de empreender no ramo de alimentação. "Trabalhei 14 anos em uma grande indústria química. Lá experimentei muito, pois quando se trabalha em um laboratório, sempre se tem tempo para isso. Surgiu então o interesse pela alquimia culinária, pela mistura de sabores, aromas e o gosto por essa arte", diz Sam. "O sonho de entrar nessa atividade comercial é antigo. Mas teria que ser feito com muita cautela e pesquisa, tudo deveria ser muito planejado. Não queria que meu sonho fosse apenas conceber um bom restaurante, desejava algo inovador", completa.  E por conhecer tanto de fusões químicas, se tornou uma pessoa conscientizada ecologicamente. "Os produtos de limpeza utilizados aqui são biodegradáveis e, em breve, planejo ter um sistema de reciclagem próprio. Faço questão de ter esse compromisso com o meio ambiente", fala.

A partir dessa sexta feira o restaurante estará aberto ao publico, aproveite e vá conferir, o Pantanal "é logo ali em Everett". 

Fonte: (Brazilian Times)