Publicado em 9/08/2008 as 12:00am

Brasileiros são vítimas de novo golpe

Estelionatários alugam casas em processo de foreclosure e inquilinos ficam na rua

A mineira Aparecida Andrade e a goiana Marilda de Oliveira não se conhecem, mas as duas caíram no mesmo golpe, aplicado por dois brasileiros no Sul da Flórida, o que infelizmente está se tornando corriqueiro em nossa comunidade. As vítimas pensaram estar fazendo um bom negócio ao alugarem casas espaçosas em Deerfield Beach por um preço baixo, mas na realidade os imóveis estavam em processo de foreclosure e ambas acabaram perdendo muito dinheiro por conta da ingenuidade.

"Tive que ser levada ao médico pois senti dores no peito, provocadas não só pela perda financeira, mas principalmente pela decepção com um conterrâneo", lamentou Marilda. Ela conta que jamais viveu situação semelhante nos mais de 12 anos na América, mas o fato não a surpreendeu: "Infelizmente os imigrantes brasileiros estão sujando o nome da comunidade e todos nós somos prejudicados, direta ou indiretamente", disse a goiana.

Marilda ficou sabendo da proposta de aluguel através de um conhecido e se encantou com a possibilidade de mudar para uma casa de três quartos, em Deerfield Beach. O preço era convidativo: mil dólares por mês.

"Achei que com a crise imobiliária as pessoas realmente estavam reduzindo o preço dos aluguéis e sequer pensei na possibilidade de uma fraude", justificou. Ela sequer conheceu a pessoa que estava alugando o imóvel e tudo foi tratado pelo telefone. "Só sei que ele se apresentou como Luiz Carlos Viana e que estava de mudança para Boston", conta Marilda, que perdeu três mil dólares, referentes aos três primeiros meses do suposto aluguel, pois a casa foi retomada pelo banco que financiou o mortgage.

 

Prejuízo

O prejuízo de Aparecida foi maior, mas a situação foi semelhante. Ela encontrou a oportunidade de aluguel em um classificado de jornal e tratou de se cercar de todas as garantias para não ser ludibriada. "Pedi documentos, me informei com conhecidos e fiz questão de conhecer o proprietário pessoalmente, um tal de Marcos Flávio Ribeiro. Mesmo assim acabei lesada", reclama a mineira, que chegou a cortar a grama e pintar o imóvel de quatro quartos com piscina em Deerfield Beach para onde se mudaria.

 

Despejada

No entanto, antes de levar seus móveis para o local, ela foi surpreendida com uma notificação da Justiça e a casa lacrada pela polícia porque estava em processo de foreclosure. "Foi duro, perdi quatro mil dólares e a confiança no ser humano", disse. Hoje, menos de duas semanas depois, Aparecida está morando numa outra casa em Pompano Beach, alugada por uma portuguesa. "Negócios com brasileiros nunca mais", garante a mineira.

Quanto aos brasileiros que aplicaram o golpe, há a desconfiança que eles já deixaram o sul da Flórida. Mesmo assim, todo cuidado é pouco.

Fonte: (acheiusa.com)