Publicado em 11/09/2008 as 12:00am

Jogador Cafu recebe prêmio nos Estados Unidos

Durante a comemoração do dia 7 de Setembro deste ano, o Civic Center promoveu na cidade de Mount Vernon, em New York a segunda edição do Brazilian For You Day que contou com a presença do jogador Cafu, que ajudou a seleção brasileira a vencer a Copa do Mu

Por Luciano Sodré

Durante a comemoração do dia 7 de Setembro deste ano, o Civic Center promoveu na cidade de Mount Vernon, em New York a segunda edição do Brazilian For You Day que contou com a presença do jogador Cafu, que ajudou a seleção brasileira a vencer a Copa do Mundo de 2002.

Em entrevista por telefone, o lateral falou de sua alegria em  poder retornar aos Estados Unidos e desta vez, “receber uma homanagem em reconhecimento ao seu trabalho”. Ele se diz uma pessoa reservada e não gosta de divulgar o seu lado social. “Faço tudo isso por amor ao próximo e não para que as pessoas fiquem me elogiando”, comenta o craque.

Durante a cerimônia de entrega da premiação, o jogador recebeu uma placa das mãos do embaixador José Alfredo Graça Lima nomeando o jogador como “Embaixador dos esportes em Mount Vernon”.

O jogador, ainda emocionado, disse que já estava satisfeito com o reconhecimento da comunidade brasileira dos Estados Unidos diante do seu trabalho. “Este título eu dedico a todos aqueles que lutam para divulgar nosso esporte pelo mundo”, acrescenta.

Segundo Cafu, ele veio a este país somente para participar desta festa e ao lado do embaixador José Alfredo e do presidente do Center Civic, Ricardo Braxtor, passou sua mensagem de otimismo e esperança às pessoas presentes.

Cafu disse que além da placa, o que mais o deixou emocionado foi quando as crianças (brasileiras e norte-americanas) subiram ao palco e o agradeceram pelo título de pentacampeão da seleção na Copa de 2002. “Isso me motivou bastante porque eu fui um garoto de família humilde e faço qualquer coisa para ver o sorriso no rosto de um menino”, ressalta.

Após a homenagem, o jogador começou a autografar algumas camisas do Brasil, bolas de futebol, bandeiras e se deixou ser fotografado ao lado dos fãs. Finalizando a entrevista, o jogador falou de sua fundação e da felicidade que sente em poder colaborar com a comunidade do Jardim Irene, bairro carente de São Paulo, onde ele.

Mesmo sem querer falar muito de seus trabalhos sociais, Cafu abriu a guarda e disse que a Fundação Cafu tem uma participação ativa na comunidade, dando auxílio e alternativas de vida. “Eu cresci entre marginais e vários tipos de pessoas e o futebol foi minha rota de escape”, explica.

A fundação existe desde 2005, mas Cafu sempre teve uma vida solidária bastante ativa e antes de ter seu próprio cantinho para ajudar as pessoas, por 10 anos colaborava com outras entidades. “Oferecemos cursos de inglês, informática, arte, além de esporte”, comenta salientando que atualmente cerca de 500 pessoas são beneficiadas pelo trabalho.

Mais informações sobre a fundação podem ser adquirias através do site www.fundacaocafu.org.br

Fonte: (ANBT - Agência de Notícias Brazilian Times)