Publicado em 30/09/2008 as 12:00am

A campanha VoteNoQuestion1 precisa de você

Brasileiros de Massachusetts têm que se informar para proteger as crianças nas escolas, a segurança nas estradas, e a saúde dos velhos e deficientes.

Por Miryam Wiley

 

No dia da próxima eleição, 4 de novembro,  é importantíssimo que os eleitores votem “não” na questão número 1. Por quê? É estranho pensar nisso, ainda mais em tempos de economia insegura, mas há uma proposta já pronta para ser votada dentro de um mês para se cortar os impostos do estado de Massachusetts em quase 40 por cento. Trocando em miúdos, se essa idéia passar, $12,7 billhões de dólares -- quase 40 % do orçamento do estado --  vão simplesmente desaparecer.

 

Se isso acontecer, muitas conquistas da população vão de repente se perder. Serão cortados os programas de saúde para a terceira idade, programas “after-school” para as crianças, e  programas para ajudar os deficientes, por exemplo.  Além disso, vai faltar verba para pagar policiais, bombeiros, até para consertar as estradas esburacadas pelo inverno, os famosos “potholes” que são um perigo.

 

“A razão pela qual nós estamos trabalhando tanto nessa questão é que, se essa idéia for aprovada, poderá ter efeitos devastadores para muitos programas sociais,” disse Allison Balter, do programa Stand for Children, uma organização de defesa das crianças que está apoiando a campanha VoteNoQuestion1. “Isso vai certamente afetar o tamanho das salas de aula, por causa de cortes de professores.”

 

Embora a idéia de pagar menos imposto seja atraente à primeira vista, muitos alertam que é no fundo uma questão perigosa. “Será que as pessoas estão preparadas para limpar a neve das suas ruas? “ disse o ex-senador David Magnani, atual Diretor Executivo da Massachusetts Nonprofit Network, num evento especial na Boston Foundation, no dia 17 de setembro.

 

Nessa sexta-feira, 3 de outubro, um evento especial para dar início à campanha do VoteNOQuestion1  vai acontecer em Framingham.  Se você quiser se informar e ouvir algumas pessoas falarem da importância desses recursos, apareça no Callahan Senior Center,  535 Union Ave.  O programa está marcado para as 10 horas da manhã e vai durar apenas meia hora, mas nesse intervalo as pessoas interessadas podem ficar conhecendo os que estão liderando a campanha e quem sabe, se oferecer para ligar para os amigos. Campanhas similares estão acontecendo por todo o estado e é importante ajudar onde quer que você esteja.  Várias organizações de defesa dos direitos humanos e direitos do trabalhador já estão vinculadas à campanha. Você pode ler os nomes se checar www.VoteNOQuestion1.com

 

É verdade que na comunidade imigrante, muitos ainda não votam. Mas se você pensar um pouco, vai ver que lida diariamente com pessoas que podem votar e que, muitas vezes, não votam, e às vezes nem são eleitores registrados,  porque nos Estados Unidos,  votar não é obrigatório.( Na eleição presidencial do ano 2000, apenas uma pessoa em cada três – entre 18 e 24 anos – votou) Digamos então que você trabalhe fazendo limpeza de casas há algum tempo. É bem provável que a sua patroa, ou a dona da casa para a qual você presta serviços, já tenha uma certa intimidade com você. Quem sabe seria essa uma boa conversa? Muita gente quer ajudar os imigrantes. Olha aí uma chance boa!

Fonte: (ANBT - Agência de Notícias Brazilian Times)